quinta-feira, 4 de abril de 2013

Empresas brasileiras demonstram apoio ao casamento homossexual (imagens e propagandas)

Loading
Bonafonte

Ponto Frio

Itaú

Sonho de Valsa

Contigo!

Wallmart

Halls


Com o sucesso nas redes sociais da campanha “igualdade” a favor da legalização do casamento gay nos Estados Unidos, e, consequentemente, um apoio a legalização em todo o mundo... sete empresas brasileiras seguiram o exemplo de marcas americanas e decidiram apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. 

Na última semana, quando a Suprema Corte norte-americana discutia pela primeira vez sobre o tema, o Ponto Frio, o Itaú, o Walmart Brasil, o Sonho de Valsa, o Halls Brasil, a Bonafont e a Contigo! usaram o Twitter e o Facebook para se manifestarem a favor do casamento gay. 

Em sua página no Facebook, o Itaú publicou uma versão da imagem de fundo vermelho com o símbolo matemático de igualdade, que se tornou emblema do casamento igualitário, com a seguinte mensagem: “Defender a igualdade #issomudaomundo”.

As outras marcas também publicaram suas versões do ícone da causa. O Halls Brasil disse na legenda da imagem que “o importante é cada um achar o seu par”. O Sonho de Valsa pediu por “mais igualdade e mais amor”.

Várias outras versões do símbolo também surgiram nas redes sociais. Veja abaixo! Entre as empresas americanas que apoiam o casamento gay estão o Google, o Facebook, IBM, PepsiCo, dentre outras.

EM TEMPO 1: não re relacionam diretamente com a Campanha “Igualdade”, mas o Banco do Brasil e a Natura também divulgaram, recentemente, apoio ao casamente entre pessoas do mesmo sexo. O Banco do Brasil divulgou a imagem abaixo em suas redes sociais (“todo casal tem direito à casa própria) e a Natura incluiu um casal gay em sua atual propaganda, que está sendo exibida na televisão brasileira (“toda relação é um presente”).

EM TEMPO 2: o Muza também personalizou o seu apoio à legalização do casamento gay. Para tanto foi criada a imagem ao lado, nas cores principais do site. A nova imagem já está nos perfis do Muza no Facebook e Twitter. Caso queiram utilizar... fiquem à vontade.