sábado, 16 de março de 2013

Saiba como foi a segunda manifestação contra o deputado pastor Marco Feliciano em BH

Loading


Como sabem, aconteceu hoje, 16 de março, em BH uma segunda manifestação pública contra a eleição do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), visto como racista e homofóbico, ao cargo de presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Com organização do CELLOS-MG (Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais), a manifestação reuniu cerca de 1000 pessoas na praça 7, de acordo com a organização, que às 16h seguiram para a Praça da Estação. 

Os presentes entoavam grito de ordem como “Doutor eu não me engano, eu digo não ao Feliciano” e “eu amo homem, eu amo mulher, eu posso amar quem eu quiser”, além, é claro, de cartazes com dizeres relativos. 

Estava presente na manifestação, o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais  (ABGLT), Carlos Magno, que falou com excluZividade ao Muza sobre como avaliou a realização do evento: “Vimos muitos jovens, com seus cartazes e mostrando disposição de luta para a saída do Feliciano. Essa manifestação mostrou que os belohorizontinos não estão satisfeito com essa situação da Comissão de Direitos Humanos. Sem dúvida, foi um momento histórico na luta pelos direitos humanos em BH e no Brasi”, declarou.

O que nos chamou a atenção foi o número discrepante entre pessoas que confirmaram presença no evento no Facebook e a quantidade de pessoas ali presentes. Apesar do número divulgado pela a organização e até divulgado em jornais locais, a impressão é que havia bem menos. Infelizmente. Entretanto, isso não diminui o comprometimento dos que lá estavam.

Aguardem novas imagens da manifestação! 

Fotos gentilmente cedidas por Paulo Guerra.