sábado, 23 de fevereiro de 2013

Curta brasileiro “O Pacote” foi um dos indicados à premiação gay do Festival de Berlim

Loading


Depois de conhecer o Melhor Filme LGBT pelo Teddy Awards do Festival Internacional de Cinema de Berlim 2013 é a vez de saber sobre o curta metragem brasileiro que também concorreu ao prêmio:

“O Pacote” mostra a história de amor dos adolescentes Jefferson (Jeferson Brito) e Leandro (Victor Monteiro), cujo namoro sofre um abalo quando o primeiro revela ser portador do HIV.

Com direção e roteiro do paulistano Rafael Aidar, o curta tenta lidar com o dilema amor versus HIV na adolescência, que, de acordo com o Ministério da Saúde, tem crescido o número de infectados nessa faixa etária.

“Tenho amigos que enfrentaram dificuldades com a família e com seus relacionamentos ao se revelarem soropositivos. Imagino que, para um adolescente lidar sozinho com isso, seja ainda mais difícil”, disse Rafael em recente entrevista.

Filmado em junho do ano passado nos bairros da Vila Madalena, Imirim, Saúde e Sacomã, em São Paulo, “O Pacote” é um filme para todos, segundo Aidar. “É um filme universal, que fala sobre amor e relacionamentos de uma maneira muito sutil e delicada”, explica.

Rafael não levou o prêmio, mas a indicação só reafirma o respeito que a produção de curtas-metragem brasileira conquistou internacionalmente. Em 2008, o brasileiro Felipe Sholl levou o prêmio Teddy, com o curta “Tá”, por melhor filme na categoria LGBT.