quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

ColunaZs – “É preciso questionar!” (sobre a entrevista de Silas Malafaia)

Loading


Muito foi dito a respeito da entrevista de Silas com Gabi. Não acredito que tenha muito a acrescentar as respostas dadas ao pastor, mas acho que esta é uma ótima oportunidade para falar do fanatismo religioso e da falta de informação.

Gabi finalizou a entrevista maravilhosamente “Que o meu Deus, que não sei se é o mesmo que o seu, te perdoe".  Bom também mostrar, novamente, a resposta perfeita para o pastor:


Não tenho problema algum com a fé de outras pessoas, nenhum. O meu problema é quando tentam impor tal fé, quando tentam interferir nas leis, quando se colocam na posição de julgadores supremos. Mas dentre todos os problemas que podemos encontrar, o que mais me perturba é a falta de capacidade de questionar. 

Muitas instituições religiosas tentam limitar a mente de seu rebanho, fazer com que simplesmente acreditem em tudo que seu pastor, padre, fale. Sem questionar, nem por um segundo, tudo que lhes é imposto. As pessoas vão mesmo como ovelhas, seguindo seu pastor para onde quer que ele vá. E olha que nós, LGBTT, que fomos comparados a cabras.

Me assusta ver seres humanos recusarem utilizar o que temos de mais incrível, o cérebro. Se recusam a raciocinar, questionar. Saber pensar é um dos maiores presentes do Deus que tanto falam. Se pensassem por apenas dois segundos perceberiam que vão contra seus ensinamentos, até contra a bíblia que tanto citam. Pois não deveriam julgar, deveriam amar ao próximo. Isso só para citar um exemplo. Mas talvez eu que esteja por fora, talvez eu que não esteja pensando, talvez eu não tenha percebido que eles podem escolher, como bem entenderem, o que seguir e o que ignorar.

Tento ser coerente com as coisas que falo, não cobro isso de ninguém. Mas aqueles que creem nesse Deus cheio de amor e perdão não deveria ser mais coerentes? Talvez, quem sabe... Serem mais cheios de amor e perdão.

Podem dizer que tenho preconceito com religiosos, o que está longe de ser verdade. E não vou usar meus amigos religiosos como justificativa. Existem muitos religiosos que realmente seguem o que acreditam, e me refiro a parte de amar o próximo, respeitar, não julgar. A religião, como tudo na vida, pode ser corrompida por nós. E ela é corrompida por muitas pessoas, cada vez por mais pessoas. Pessoas como o digníssimo pastor Silas Malafaia.

No começo da entrevista Silas disse a seguinte frase: “O ser humano é um ser inteligente, que raciocina”. Acredito piamente nas palavras do pastor, e espero que tal inteligência liberte muitas almas dos corruptos da religião. 

*Becha Má é twittera, toda trabalhada no veneno purpurinado. The bitch says: follow my ass!