terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Abaixo-assinado online pede punição para agressores homofóbicos (caso André Baliera)

Loading


Lembram do caso de agressão homofóbica sofrida pelo estudante de Direito André Baliera? Que teve, inclusive, um relato em vídeo? Pois bem, um abaixo-assinado está circulando na internet exigindo a condenação dos suspeitos, o personal trainer Diego Mosca Lorena de Souza e o empresário Bruno Portieri.

Criado no final de janeiro, o documento diz que a homofobia tem exposto a comunidade LGBT a uma condição vexatória e que é preciso haver punição para os criminosos. “Queremos e exigimos uma resposta positiva em favor dos LGBTs que sofrem todos os dias agressões diversas e pior, isto acontece também por falta de punição adequada e que sirva de exemplo aos demais. Nossos direitos estão sendo supridos, direitos fundamentais, como o de ir e vir, por exemplo, somos reféns e como cidadãos vivemos assutados e sempre a espera de nossos algozes. Criminalização da homofobia de quem as incitam através de seus discursos de ódio e daqueles que as praticam”, dizia o texto.

A dupla estava presa desde dezembro do ano passado, quando espancaram o estudante porque ele foi reconhecido como gay. O habeas corpus dos dois foi concedido pelo desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, Newton Neves, que entendeu que há um conflito em relação ao tipo de acusação que pesa sobre Diego e Bruno.

A petição já conta com mais de 4 mil assinaturas eletrônicas. Espera-se que cinco mil pessoas a assinem.

Clique aqui para ver e assinar o abaixo-assinado.