domingo, 13 de janeiro de 2013

Milhares de pessoas foram às ruas da França protestarem contra o casamento gay

Loading




Que ano é hoje? Como assim?! É ao mesmo tempo impressionante e lamentável saber do acontecimento público realizado na manhã desse domingo, 13, na França. Sobretudo, por ser um país que, inconscientemente, nos remete à igualdade, fraternidade e liberdade....  os organizadores contam 800 mil pessoas, a polícia 340 mil... mas números não minimizam o fato de milhares de pessoas terem ido às ruas francesas protestarem contra a reforma do presidente François Hollande, que promete realizar em junho e que inclui a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Segundo informações do Estadão, os protestantes chegaram a Paris em cinco trens de alta velocidade, 900 ônibus e inúmeros comboios de carros. Eles se encontraram em três pontos da capital francesa para se encontrarem na Torre Eiffel.

Os manifestantes incluem organizações de famílias religiosas, políticos conservadores, mulçumanos, evangélicos, católicos e, inclusive, alguns homossexuais que se opõem ao casamento gay para demonstração de força.


EM TEMPO: O Grupo Femen também protestou na manhã de hoje contra a posição da Igreja Católica sobre a adoção por homossexuais. As manifestantes traziam no corpo dizeres como “In Gay W eTrust” ( “em gays confiamos” um paralelo a expressão “In God We Trust”). A origem do protesto foi uma publicação no Jornal do Vaticano contra a adoação por homossexuais, dizendo, dentre outras coisas, que as crianças devem ser criadas por um pai e por uma mãe. A publicação foi feita após a corte Italiana ter garantido à uma mãe homossexual a custódia do filho.