sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Relatório confirma aumento de LGBTs vítimas de preconceito no Brasil em 2012

Loading


De acordo com relatório divulgado nesta segunda pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, aumentaram em 19% as denúncias de violação de direitos humanos contra gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais recebidas pelo Disque 100. Em 2012, foram 7.527 ocorrências contra 2.537 no ano passado. As principais vítimas, 79%, são homens com idades entre 18 e 24 anos.

Contudo, para a ministra Maria do Rosário, o dado não deve ser analisado isoladamente, pois o aumento nos números ocorreu porque a população percebeu que o serviço é confiável. “Se a população não percebesse que há resultados e que a rede de acolhimento e de encaminhamento está melhorando, não continuaria denunciando por meio do serviço. [Os casos] não ficam mais invisíveis”, disse.

Na população LGBT, a violência psicológica responde por 93,2% das denúncias. Em seguida, aparecem discriminação (82,7%) e violência física (36,2%). A ministra ainda ressaltou a importância de se denunciar para que os crimes não fiquem impunes.

As denúncias podem ser recebidas pelo Disque 100 todos os dias da semana, 24 horas e gratuitamente.

EM TEMPO: o serviço de denúncias “Disque 100”, do Governo Federal, desde 2011 ganhou ampliação da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República e recebe, desde então, também denúncias de casos de intolerância à diversidade sexual.  Para isso, basta discar 100 de qualquer telefone no território nacional e fazer o registro em caso de homofobia.