terça-feira, 13 de novembro de 2012

Revista Veja publica artigo preconceituoso aos LGBT

Loading



People! A revista Veja publicou em sua edição dessa semana um artigo escrito por J. R. Guzzo extremamente homofóbico, com declarações que chegam a comparar a relação entre pessoas do mesmo sexo à zoofilia e ao incesto. Acima, você pode ver o scan do lamentável artigo na íntegra. 
 
"Parada gay, cabra e espinafre" é o título do artigo assinado por J. R. Guzzo. Em sua tentativa de demonstrar que os homossexuais não são tão discriminados quanto se dizem ser, o autor cria uma série de argumentos e comparações infelizes para justificar a tal falsa discriminação.
 
Eis alguns trechos:
 
"Qualquer artigo na imprensa que critique o homossexualismo é considerado 'homofóbico'. (...) Mas se alguém diz que não gosta de gays, não está cometendo crime algum - a lei não obriga ninguém a gostar de homossexuais, ou de espinafre, ou seja lá do que for."
 
"Homossexuais se consideram discriminados, por exemplo, por não poder doar sangue. Mas a doação de sangue não é um direito ilimitado - também são proibidas de doar pessoas com mais de 65 anos ou que tenham uma história clínica de diabetes, hepatite ou cardiopatias."
 
E se você ainda tem estômago e continua lendo os trechos:
 
"O mesmo acontece em relação ao casamento, um direito que tem limites muito claros. O primeiro deles é que o casamento, por lei, é a união entre um homem e uma mulher; não pode ser outra coisa. Pessoas do mesmo sexo podem viver livremente como casais, pelo tempo e nas condições que quiserem. (...) Mas a sua ligação não é um casamento - não gera filhos, nem uma família, nem laços de parentesco. Há outros limites, bem óbvios. Um homem também não pode se casar com uma cabra, por exemplo; pode até ter uma relação estável com ela, mas não pode se casar. Não pode se casar com a própria mãe, ou com uma irmã, filha, ou neta, e vice-versa. Não poder se casar com uma menor de 16 anos sem autorização dos pais. E se fizer sexo com uma menor de 14 anos estará cometendo um crime. Ninguém, nem os gays, acha que qualquer proibição dessas é um preconceito. Que discriminação haveria contra eles, então, se o casamento tem restrições para todos?
 

Apesar de expressar a opinião do autor, não pode-se deixar de falar do perigo de umas das maiores revistas de circulação nacional publicar um texto desse cunho argumentativo. O artigo de Guzzo não para de repercutir nas redes sociais. Muitos já escreveram sobre o assunto, e dois textos excelentes, que o Muza recomenda a leitura são: "A falácia da falsa discriminação", do jornalista Carlos Orsi, e a carta aberta à revista Veja, escrita por Lucas Rezende. O Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) também se manifestou contra o artigo. Para tanto, ele escreveu um artigo-resposta intitulado: “Veja que lixo!”. Clique aqui para ler