sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Casal gay da Argentina registram bebê como filho de dois pais

Loading


(Via O Tempo On Line) A Argentina se transformou no primeiro país do mundo a registrar um bebê como filho de dois pais. Tobias nasceu há 3 semanas na Índia e nesta terça-feira (31) obteve seu documento nacional de identidade num cartório de Buenos Aires. Seus pais, Alejandro Grinblat e Carlos Derngerd, casados na Argentina, comemoraram um fato inédito no mundo. "O registro de Tobias consagra a igualdade perante a lei de todos os meninos e meninas, filhos de casamentos igualitários", celebrou Alejandro na saída do cartório portenho.

Ambos contaram com respaldo do governo da cidade de Buenos Aires e do Ministério das Relações Exteriores, que ajudou a obter os documentos necessários na Índia. Tobias foi registrado como filho de Carlos e Alejandro e terá os direitos de qualquer cidadão argentino. Como muitos outros casais homossexuais, ambos optaram por uma barriga de aluguel para ter um filho. "Escolhemos a Índia porque lá o processo é mais claro", contou Carlos.

Os pais do menino disseram que cada um deixou uma amostra de sêmen numa clínica — que escolheu qual usar — e acompanharam a gravidez de longe, indo para a Índia na ocasião do nascimento.
Estiveram presentes na cerimônia autoridades do governo portenho e representantes de ONGs. Carlos e Alejandro se casaram após a aprovação da lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, em 2009.

Os cartórios argentinos já haviam registrado bebês com duas mães, mas o caso de Tobias foi o primeiro de copaternidade. Registros de bebês por dois pais só haviam sido feitos até agora a nível estadual nos EUA e na Austrália.