sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Ator Daniel Rocha, o Roni de Avenida Brasil, diz que homossexual não é mais tão recriminado

Loading


O ator Daniel Rocha, que interpreta o controverso Roni nanovela “Avenida Braisil”, revelou em recente entrevista que o público o tem abordado na rua para saber da polêmica sobre a sexualidade de Roni.

Para quem não acompanha a novela, Roni, segundo informaçõesdo site oficial da novela, vive um jogador de futebol dividido entre a função de marido de Suelen (Isis Valverde), a mulher mais desejada do Divino, e a paixão reprimida pelo colega de trabalho, Leandro(Thiago Martins).

“Isso é bobagem do ser humano. Os homossexuais têm cada vez mais seu espaço. Não é mais tão recriminado. O futuro do ser humano tem que ser sem preconceito nenhum”

Na entrevista, o ator revelou que é uma pessoa tímida e "fria" nos relacionamentos: “minha ex-namorada falava que eu era muito frio. Agora eu estou solteiro. Sou uma pessoa meio tímida, mas estou trabalhando para me abrir um pouco mais”.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Anderson Silva revela que brincava com boneca e usava vestidos

Loading


Quase um jab e direto*! Afinal, ninguém poderia esperar uma declaração dessas de um ícone de um dos esportes mais masculinos do mundo. Anderson Silva, consagrado lutador de MMA, revelou curiosidades sobre sua adolescência.

Em entrevista à revista Palyboy de setembro, revelou que brincava com boneca com a irmã até os 14 anos e que “também botava tamanco e usava vestido”, declarou o Spider, como é conhecido no MMA. Ele ainda afirmou que por ter uma voz fina que muitos não só acham, como tem certeza, de que ele é gay por isso.  Anderson também afirmou que é extremamente vaidoso. Todas as declarações foram feitas com naturalidade e ele achava normal o que viveu nesse período de sua vida.

O lutador nasceu em São Paulo, mas foi criado por tios em Curitiba, no Paraná. Anderson  é casado há mais de 15 anos e pai de cinco filhos. 

* nome de um dos golpes do MMA.

Cantora Amannda está repleta de novidades. Saiba quais são elas!

Loading




O Muza informa com excluZividade que a cantora Amannda - uma das principais referência da e-music brasileira - está repleta de novidades. Tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Depois de fazer uma turnê no exterior, com shows na Europa e Estados Unidos, ela se prepara para uma nova turnê e nova música. Isso mesmo!

Para a nova turnê, que estreia em outubro, novos figurinos e novas coreografias já estão em andamento e terá um “estilo forte, impactante e guerreiro, inclusive em sua sonoridade”.

Sobre a nova música, será uma parceria com a cantora mexicana Maya Karunna, que aparece om ela na foto acima. Trata-se de “It Feels So Good”, sucesso dos anos 90, que terá produção do mexicano José Spinning. Além dessa, Amannda está envolvida em uma música inédita. Trata-se de "PDA" em parceria com a cantora espanhola Nalaya Brown.

Sobre a vida pessoal... Amannda está grávida de seu primeiro filho. Sim! Mais um mamãe pop! Desta forma, a maternidade, através do universo feminino, também estará presente na nova turnê com “muito brilho, foco, luta, dedicação e amor”. Aguardemos!

Abaixo, você pode ouvir um teaser da parceria de Amannda com Maya Karunna. Na sequencia, a música “It Feels So Good” com Sonique. 


Ex-coordenador do Centro de Referência LGBT de BH acusa atual gestão de exonerá-lo por motivos políticos

Loading


(Via O Tempo On Line) Carlos Magno, que por dois anos trabalhou como coordenador do Centro de Referência LGBT de BH, órgão vinculado à Secretaria de Direito e Cidadania da Prefeitura da capital, está desde a última sexta-feira indignado e confuso. Ele e seu estafe tiveram os cargos solicitados pelo prefeito três semanas depois de terem seus contratos comissionados renovados. Para Carlos, a exoneração teve orientação política, já que ele não dá apoio a reeleição de Márcio Lacerda.

Segundo Carlos - que também é colunista aqui do Muza - , seu contrato com a prefeitura havia terminado dias depois 15ª Parada LGBT de Belo Horizonte, que aconteceu em 22 de julho deste ano e que ele ajudou a organizar. No dia cinco de agosto ele teve seu contrato renovado, e no dia 24 do mesmo mês, pela noite, recebeu uma ligação de José Wilson, Secretário adjunto de Direito e Cidadania, lhe informando que ele fora demitido.

“Foi um desrespeito a um membro da comunidade LGBT que se dedicou muito em politicas públicas. Sou um militante reconhecido, e essa foi uma forma autoritária e desrespeitosa de exonerar um trabalhador. Eu não estava lá para fazer campanha, não sou filiado a nenhum partido. Mas acho que a exoneração teve orientação politica, pois eu apoio Patrus. Possivelmente foi isso.”

Procurada, a assessoria do candidato Márcio Lacerda negou que a demissão seja uma resposta a qualquer tipo de posicionamento político. A assessoria garantiu que Belo Horizonte vem sendo gerida “de forma republicana”, lembrando que “diversos ocupantes do primeiro e segundo escalões da Prefeitura, que permanecem em seus cargos até o presente momento, são filiados ao PT”.

A Articulação Brasileira de Gays, Artgay, vai entrar com representação no Ministério Público para que a exoneração seja investigada.