terça-feira, 10 de julho de 2012

ColunaZs – “Blogayros (Debate que aconteceu no Youpix)”

Loading


Como alguns já sabem, a Tia estava no youpix semana passada. E na quinta feira aconteceu o debate “Blogayros: Informação Sem Avacalhação”. Eu Felipe GaZzPeagá PeñalvezFabio AllvesCaio Fochetto. Infelizmente o Caio não pode participar, o chefe não liberou. [

Tirando a homofobia (brinks) de não filmarem nosso palco (essa parte é sério), o debate foi ótimo. Falamos do conteúdo que cada um escreve, sobre quem pode escrever, público, motivação, preconceito em geral, fffárias coisas. A Tia tá aqui pra apresentar alguns pontos chave e discutir um pouquinho com vocês.

Vamos por partes, quem escreve onde e quem escreve o que?

Eu escrevo aqui (oh!), e no meu belíssimo twitter.
O Felipe GaZz escreve uma coluna de moda no Do que os gays gostam.

Todos apresentados, agora que somos todos íntimos, tudo família, vamos ao debate!

A discussão central é, gays podem escrever para todos os públicos. Os grandes exemplos no nosso painel eram o Fábio Allvez e o CaioFochetto, que não escrevem em sites voltados para o público gay. E tanto o Muza, quanto o Do Que os Gays Gostam, recebem visitas de heteros. Não existe conteúdo para hetero ou para gay, tirando pornografia, uma vez que os interesses independem da sexualidade. Um gay pode acessar, ou escrever, um site de esportes. Da mesma forma que um hetero pode acessar, ou escrever, um site sobre homofobia. As barreiras invisíveis que criamos são, na verdade, imaginárias.

Deveria um gay ou hetero escrever sobre homofobia, qual o mais indicado? Alguém com o mínimo de consciência humana, nada mais que isso. A visão é diferente? Em partes, obviamente, a vivência do preconceito altera um pouco o discurso. Mas é justamente isso que é fantástico, a visão externa, de alguém que possui seus direitos, é fundamental. E se ficarmos em um clubinho do arco-íris estaremos nos traindo, não é diversidade e igualdade que queremos? E falando nisso... Leiam o texto do @onifodente (heterossexual) no dqogg, “A visão hetero sobre ter amigos gay”.

Outro ponto foi a Transfobia, incluindo aí a transfobia por parte dos gays. Um assunto no qual não costumamos pensar. Travestis e transexuais ainda enfrentam um preconceito muito maior do que gays, lésbicas e outras letrinhas. Chegando ao ponto não se ter opção de emprego, pois as pessoas não te contratam. E muitos gays são preconceituosos com travestis e transexuais, “pra que esse exagero?” é uma frase muito repetida. Cadê o respeito que a gente tanto cobra? Se ainda temos muito que lutar na causa LGBTT, temos que lutar por todas as letras, incluindo as letras que ainda não constam na sigla.

Agora a Tia fica por aqui. Esses são alguns dos destaques. Também teremos texto sobre o debate no Do Que Os Gays Gostam, então fiquem de olho.

*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado.The Bitch says: follow my ass!