quarta-feira, 27 de junho de 2012

Audiência pública na Câmara dos Deputados discutirá se psicólogos poderão “curar gays”

Loading


People! Amanhã, 28 de junho, justamente no Dia Internacional do Orgulho LGBT, será discutido na a Câmara dos Deputados discutirá, em audiência pública, a suspensão de dois dispositivos de uma resolução do Conselho Federal de Psicologia que orientam os profissionais da área a não usar a mídia para reforçar preconceitos contra os homossexuais nem propor tratamento para curá-los.
O Muza já havia adiantado esse projeto do deputado João Campos (PSDB-GO) emfevereiro deste ano. Campos é  líder da bancada evangélica na casa. A sessão de debate será realizada às 9h30 pela Comissão de Seguridade Social e Família, da qual Campos é suplente.
Em entrevista ao Estadão o deputado tenta argumentar o que não tem argumento: “Entendo que a matéria não pode ser vista apenas sob a égide de uma única classe profissional, pois alcança a sociedade de uma forma geral. O tema requer um estudo e uma análise aprofundada, levando em consideração os aspectos científicos e também sociais que o envolvem... entendo que a matéria também deve ser submetida às pessoas que desejam buscar na psicologia ajuda em virtude de dúvidas quanto à orientação sexual", completou
O que vou dizer sobre? Resumo a compartilhar com vocês uma troca de tweets entre o Muza e o Heterofobia sobre o assunto:
@heterofobia Queria entender por que um deputado evangélico se sente mais apto a discutir psicologia do que o Conselho Federal de Psicologia
@muzasite Ótimo questionamento! Aliás, queria entender também... por que algumas pessoas religiosas se sentem + aptas q qualquer outro cidadão por causa da religião que segue
@heterofobia a religião fica acima da razão. que louco isso...
Para quem não sabe, já faz 13 anos que o Conselho Federal de Psicologia (CEF) do Brasil não trata a homossexualidade como doença, através da resolução 01/99. Clique aqui e saiba mais.