sábado, 5 de maio de 2012

Começa nesse domingo, em BH, o 7º Encontro de Travestis e Transexuais da Região Sudeste

Loading


People! Como o Muza já haiva divulgado, amanhã começa em Belo Horizonte o 7º Encontro de Travestis e Transexuais da Região Sudeste, no campus Pampulha da UFMG. O tema do evento é “Gêneros, sexualidades e conhecimentos nas políticas públicas de saúde e educação". Assi, de 6 a 9 de maio, haverá palestras, mesas redondas e oficinas com grandes nomes da Academia, do Movimento Social e do Poder Público.

“Travestis e transexuais ainda são invisíveis no Brasil. A ideia de promover os encontros na região sudeste nasceu em 2005 para trazer de maneira clara para a sociedade nossas reivindicações, mostrar que existimos e que temos direitos”, explica Liliane Anderson, uma das coordenadoras do evento e educadora social do Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT da UFMG (NUH/UFMG).

A palestra de abertura, no dia 6, no auditório da Reitoria da UFMG (campus Pampulha), será ministrada pelo escritor e ativista João W.Nery, autor do recém-lançado “Viagem solitária: memórias de um transexual trinta anos depois” (Editora Leya). Conheça um pouco mais sobre João W. Nery na entrevista dada por ele no dia 30 de abril no Programa do Jô (assista aqui). A palestra será realizada às 18h e é aberta ao público.

A palestra e os demais eventos do domingo são abertos ao público (ver programação completa em http://www.encontrotranssudeste.blogspot.com.br/).

O 7º Encontro é organizado pelo Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT da UFMG (NUH/UFMG) em conjunto com o Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade de Colatina (GOLD-Colatina/ES) e o Núcleo Trans do Centro de Luta Pela Livre Orientação Sexual (CELLOS-Trans).

Simultaneamente ao 7º Encontro Sudeste, ocorrerá, pela primeira vez no Brasil, o Encontro Nacional da Rede Trans Educ, que trará para a UFMG educadoras travestis e transexuais de todo o país. Na pauta de discussão, a atividade docente e diversidade sexual.



EM TEMPO: o cartunista Laerte Coutinho, cancelou sua participação na abertura do 7º Encontro.Conforme noticiado pela imprensa nacional, Laerte teve sua casa assaltada nesta semana e perdeu grande parte dos últimos 12 anos de seu trabalho.