quinta-feira, 5 de abril de 2012

Projeto “Educação Sem Homofobia” concorre a prêmio internacional

Loading


People! Olha que bacana: o canal no You Tube do Projeto “Educação Sem Homofobia”, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), está concorrendo ao prêmio alemão The BOBS - Deutsche Welle Blog Awards, na Alemanha. No site da premiação, é feita a seguinte menção ao canal o canal no You Tube do Projeto “Educação Sem Homofobia”:

O Brasil é hoje o país com o maior número de assassinatos de gays, lésbicas e travestis do mundo. O canal de vídeo do Projeto Educação sem Homofobia, da Universidade Federal de Minas Gerais, mostra entrevistas com corajosos e engajados travestis e transexuais, onde relatam para um público maior suas vidas e sua luta contra a discriminação.

A votação da premiação é aberta ao público. Por isso, você pode contribuir para que o Educação Sem Homofobia seja o vencedor. Clique aqui para votar. A votação será encerrada no dia 2 dia maio de 2012. É possível votar uma vez por categoria, e por idioma, a cada 24 horas. Os vencedores serão anunciados também no dia 2 de maio.

Sobre o prêmio

O concurso internacional de blogs da Deutsche Welle The BOBs premia websites em 11 línguas, que conduzem e enriquecem, no sentido da liberdade de expressão, o discurso aberto na internet. Essa premiação anual foi criada em 2004 com o objetivo de refletir a diversidade e a importância crescente das novas formas de comunicação na internet, como também de destacar exemplos notáveis e estimular o diálogo interlinguístico através dessa forma de mídia.

Com esse prêmio, a Deutsche Welle presta uma contribuição para o fomento da liberdade de expressão e do compromisso com os direitos humanos na internet.
A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha. Ela se propõe a apresentar a Alemanha como uma nação cultural com raízes na cultura europeia e como um Estado de direito, constitucional, livre e democrático. A proposta da Deutsche Welle é também promover a compreensão e o intercâmbio entre as culturas. A DW cumpre essa missão através de uma cobertura jornalística em 30 línguas – em televisão, rádio e internet.

Sobre o Educação sem Homofobia

O Educação Sem Homofobia capacita professores de ensino fundamental e médio para lidarem com questões relacionadas à orientação sexual e identidade de gênero em sala de aula e nas comunidades onde atuam. Em sua terceira edição, o projeto abrange cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte, além de Juiz de Fora e Vale do Jequitinhonha.

O projeto é desenvolvido pelo Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT da UFMG em parceria com Secretarias Municipais de Educação de Belo Horizonte e Contagem, com o Centro de Referência LGBT de BH e grupos do movimento social LGBT da região metropolitana. O ESH é financiado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação (Secad/MEC), e está inserido nas diretrizes do Programa Brasil sem Homofobia, no âmbito da Formação de Profissionais da Educação para a Promoção da Cultura de Reconhecimento da Diversidade Sexual e da Igualdade de Gênero. A coordenação geral do projeto é do Prof. Dr. Marco Aurélio Máximo Prado.

Sobre o canal no Youtube

Os vídeos no canal do ESH trazem registros do processo de outras edições do projeto, por meio de relatos de profesores participantes, além de material de apoio para as discussões empreendidas sobre diversidade de gênero e orientação sexual.

Um dos destaques é a série sobre travestis e transexuais. Os vídeos “Muito Prazer - Travestis e Transexuais de Juiz de Fora” e “Memorial Travestis e Trans de BH” trazem depoimentos francos sobre a descoberta da sexualidade, a relação com a educação e o mercado de trabalho, entre outras questões relacionadas à cidadania. “Travestilidades e Transexualidades” traz relatos das mais importantes militantes travestis e transexuais brasileiras.