segunda-feira, 30 de abril de 2012

Veja o novo vídeo-clipe da Rihanna: “Where Have You Been”

Loading

Bee! Abaixo, você pode ver o novo vídeop-clipe da Rihanna. A música escolhida é a ótima “Where Have You Been”. Esse é o terceiro vídeo-clipe do disco “Talk That Talk”.  Foi só eu, ou vocês também não gostaram tanto do resultado? Não sei... essa música tem uma vibe moderna como “We Found Love” e esperava algo do tipo no vídeo, apesar de buscar esta alternativa tribal é interessante por ter fugido do óbvio. Mesmo assim, e apesar de muitos momentos de dança, o vídeo deixou a desejar.

Na sequencia, abaixo, você pode ver um vídeo de Rihanna cantando a música “Princess Of China”, parceria com o Coldplay. O vídeo não é o vídeo-clipe oficial, mas deve ser usado nos teções do show da banda.


Sexta acontece a festa Caramelo Sundae especial “Luxo Pop Show”! O Muza sorteia corteZias!

Loading

Bee! Na próxima sexta-feira, 4 de maio, a Caramelo Sundae e a On Board trazem para Belo Horizonte a tradicional e agitadíssima festa paulistana Luxo Pop Show. A festa rola sempre no clube Glória, conduzida pelo anfitrião Johnny Luxo.

Para a noite de BH estarão presentes o Dj Johnny Luxo (com sua presença, figurino e promete um set divertidíssimo e inusitado) e a bonita Leiloca Pantoja que trará um set de puro discohouse. A Caramelo Sundae completa a noite com seu time de residentes. Ainda teremos a participação especial de Dolly Piercing que promete figurino e astral de arrasar. 

Quer ganhar cortesia para a festa? Siga o Muza no Twitter e Facebook!

É isso mesmo! O Muza sorteia 2 cortesias (entrada off) para a festa Caramelo Sundae “Luxo Pop Show”! Uma será sorteada pelo Twitter do Muza (@muzasite) e a outra pelo Facebook do Muza. Como você pode garantir a sua? Simples! Mas você precisa seguir os dois passos abaixo:

1 – Siga o twitter do site (@muzasite) e retwitte a mensagem: "Eu quero off para a festa @caramelosundae “Luxo Pop Show”! http://kingo.to/14Mx  siga o @muzasite, dê RT nesta msg e participe!"

2 – Curta o Facebook do Muza, entre na aba “promoções” e compartilhe a imagem da festa que está lá!

O resultado será divulgado na noite de quinta-feira, 3 de maio! Quem ganhar tem que enviar o nome completo + número identidade até às 17h da própria sexta-feira,  4 de maio, dia da festa (!), para o email contato@muza.com.br ! Logo... fiquem ligados no horário para garantir sua off! Ok People?



Resultado promoção festa Caramelo Sundae “Luxo Pop Show”! Ganhadores: Simone Becho (Facebook – link do sorteio: http://sorteie.me/fb/eRZ) e @diegoamaro5 (Twitter link do sorteio:  http://beta.sorteie.me/r/tlJ). Nome completo + número identidade para contato@muza.com.br até às 17h de hoje (sexta-feira, 4 de maio)!


Abaixo, você pode ver o ótimo vídeo-convite!

sábado, 28 de abril de 2012

Leia entrevista excluZiva com Rodrigo Xuxa

Loading

Bee! Como sabe, no início de abril a festa Caramelo Sundaetrouxe como atração Rodrigo Xuxa, sósia da Rainha dos Baixinhos há 10 anos em Santa Catarina e que nos últimos meses ganhou destaque na internet e no Brasil.  Abaixo, você pode ler uma entrevista excluZiva que o Muza fez com ele. Na qual revela que  Wanessa Camargo foi quem lhe deu conselhos para se apresentar em boates gays e que os dias “como Xuxa” podem estar contados.

Como você começou a querer performar/imitar a Xuxa e assim, ir além da questão de ser fã dela. Como foi esse processo?
Eu sempre gostei  de ser arista. Sempre fui. Eu levei esse meu lado fã para o palco. Foi uma forma que encontrei de chamar a atenção dela. Aí, eu passei a fazer o personagem. Nunca achei parecido, nada haver... mas deu super certo. São 10 anos trabalhando com o público infantil. Agora, o Brasil todo.

Como foi para você, depois de 10 anos ter esse destaque na internet e no Brasil. Como é para você lidar com isso?
É uma coisa muito nova para mim. Imagina... hoje em BH, ontem em São Paulo. Depois vou para Brasília. Já fiz show no Rio também. Faz um mês que eu não sei direito o que é dormir, comer direito, estar em casa...quase não fico em casa. É uma novidade pra mim.

Agora, você começou a fazer show em boates para o público gay. Como é para você essa relação? Até então era para criança...
Eu sempre respeitei e gostei muito do público gay. Inclusive, a Wanessa Camargo disse para mim em uma festa que estávamos que eu deveria fazer show para o público gay. Ela disse que eles são mais acolhedores. É interessante, porque minha agenda era muito cheia com o trabalho para crianças... eu vim para minha cidade (Balneário Camburiú) e fiz o projeto do último show, o “Final Feliz”, porque eu estava realmente querendo dar um novo rumo para a minha carreira.

Você chegou a conhecer a Xuxa. Como foi esse encontro?
Eu estive com ela duas vezes. Foi uma emoção muito forte. Uma coisa muito marcante na minha vida. Principalmente,a primeira vez. A Xuxa é um amor de gente, uma pessoa maravilhosa. Me recebeu com carinho no programa dela. Foi um dos momentos mais importantes da minha vida.
  
Rodrigo Xuxa na festa Caramelo Sundae em BH.

Você esteve na casa da Xuxa, na casa Rosa. O que você sentiu? (um fã da Rainha dos Baixinhos que estava presente perguntou ao Rodrigo Xuxa)
Eu senti a presença dela. O cheiro dela na casa. Uma coisa impressionante.
  
Você teve que lidar em algum momento com o preconceito por se travestir como a Xuxa? Aquela ideia de homem vestido de mulher e lidar com criança?
De certa forma sim. Mas não por eu estar vestido de Xuxa. As pessoas sempre entenderam muito bem isso. Porque quando eu comece,i tinha 13 anos, era uma criança. Não tinha muito dinheiro, não tinha a produção que eu tinha hoje... o preconceito maior foi pela falta de condição de estar onde eu estar hoje.

Agora com sua projeção nacional, ter conhecido a Xuxa, 10 anos de carreira... o que lhe inspira para continuar? O que você almeja?
Eu não sei se vou continuar assim. Penso em fazer o show “Final Feliz”. Quero trabalhar com stant up comedy, é uma coisa que sonho em fazer. Quero aprender a cantar, fazer coisas minhas mesmo. Não me vejo para sempre na sombra do sucesso da Xuxa. Acho que agora eu já consegui tudo que eu queria. Vou continuar sendo Rodrigo Xuxa, mas não a Xuxa.

Saiba como foi a estreia da nova turnê da Lady Gaga

Loading


Bee! Estreiou na última sexta-feira, ontem, 27 de abril, a nova turnê da Lady Gaga:  “Born This Way Ball Tour” em Seoul, na Coreia do Sul. Pelo que foi possível ver, pelo que vazou  destaque-se que o fato dela ter priorizado o disco “Born This Way” (como podem ver no set list completo abaixo), fazer referências à ela mesma nos figurinos (como o vestido de carne em “Americano” e o sutiã-de-arma em “Alejandro”) e o belo cenário em forma de castelo, apesar de o mesmo ser muito pouco utilizado ficando apenas como um pano de fundo.


Se você não sabe, Gaga enfrentou forte protesto contra a realização de seu show no país asiático, com direito a coreanos rezarem para que ela não fizesse o show por lá. Com isso, dos 70 mil ingressos que teriam sido vendidos, foram apenas 46 mil pessoas. Segundo boatos, pelos mesmo motivo, o show não foi apresentado de forma competa. Assim, alguns interludes, vídeos com um ao som da música “Dance In The Dark”, não foram exibidos. Aguardemos o próximo show, no dia 2, em Hong Kong.

Sobre o show da Lady Gaga no Brasil, inicialmente previsto para novembro, deve ser mesmo adiado. Agora, os boatos dão conta de os shows serão em março de 2013. Aguardemos!

 


Abaixo, veja o set list completo da “Born This Way Ball Tour”. Na sequencia, os vídeos das performances de  “Alejandro” (com direito a uma “orgia homossexual” no final)”, e “Bad Romance”. Ah! Gaga inicia o show sentada em um Unicórnio.

1. Highway Unicorn (Road To Love)
2. Government Hooker
3. Born This Way
4. Bloody Mary
5. Bad Romance
6. The Queen
7. Fashion of His Love
8. Just Dance, Telephone e LoveGame (Medley)
9. Judas
10. Heavy Metal Lover
11. Bad Kids
12. Black Jesus † Amen Fashion
13. Hair (Acoustic)
14. Yoü and I
15. Electric Chapel
16. Americano
17. Alejandro
18. Poker Face
19. Scheiße
20. The Edge of Glory
21. Marry The Night





Com informações do fã-site Lady Gaga Brasil.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Muza está presente no Minas Trend Preview. Aguarde cobertura excluZiva!

Loading

People! Como você já sabe, está acontece em BH mais uma edição do Minas Trend Preview. 

O Muza está presente no badalado evento do mundo da moda que antecipa as coleções da temporada primavera/verão 2012/2013. 

Assim, aguarde fotos excluZivas dos desfiles e o relato de um internauta que o Muza levou ao evento e está vendo de perto diversos desfiles!

Fotos: DiegoConcesso.



ColunaZs – “(direitos, deveres, indignação...)”

Loading

Ei, Every Body.

É difícil ter a oportunidade de escrever em um site fantástico com total visibilidade e não reclamar de coisas muito sérias que assolam as vidinhas medíocres desta sociedade maluca. Não se esqueçam que TODOS nós somos responsáveis por cada decisão, cada gesto bom ou péssimo que tanto a mídia sensacionalista tende a crucificar apenas um indivíduo quando expressa um erro patrocinado por todos nós. E é isso sim... de forma direta ou indireta, mais ou mais, ou menos tem o nosso dedo. Indo pro efeito negativo que todos nós emanamos uns aos outros por decisões equivocadas que fazemos na vida, mesmo que aparentemente banais, vou falar poucas e boas.

Esta permissividade que sai inclusive de mim me enoja... Enoja-me o fato de não conseguir ser mais forte e ser mais verdadeiro nas minhas relações, em colocar minhas ideias claras e objetivas e assim colaborar, pelo ao menos, para que certas atitudes detestáveis sejam contestadas. Nos últimos dias, os ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça) estabeleceram um critério extremamente específico para determinar a embriaguez, e esse critério somente pode ser revelado por provas que dependem da vontade do motorista. Ou seja, a tal Lei Seca não existe,”não pegou”. E o que auxilia isso, é o fato de o acusado não ser obrigado a criar provas contra si. Ah tá!!! Então o negócio é não ter provas, o resto é permitido. Eu não entendo! Isso é ilógico, para aqueles que têm um pingo de senso de justiça. E TODOS nós temos, basta acordar o que está adormecido. Mas a gente quer isso? E a responsabilidade de se manter na linha depois que a justiça não mais quer dormir dentro de você? E alguém quer se responsabilizar pelos seus erros? Lembrem se “errar é humano” e erramos muito. Porém, há uma grande diferença entre erro e crime. Não vamos confundir.

Tem outra coisa que nunca entendi: “O argumento secular louco da defesa de um acusado”. Que defesa pode ter um sujeito se o crime está claro e obviamente provado pelas evidências, pelos fatos e testemunhas? Não me refiro aos casos subjetivos que tanto geram dúvidas e sim aqueles casos óbvios e lógicos. A única defesa seria o que esta corja de advogados de defesa não fazem, que é garantir ao preso dignidade enquanto ele tiver que pagar sua divida com a sociedade na cadeia. Que não tenha mordomias, mas as condições necessárias para a regeneração. Vocês devem estar se indagando: “Nossa ela tá pegando pesado neste mês...” E estou mesmo. Estou mais puta do que sempre fui. Estou espumando de ódio. Corja sim... porque não fazem nada pra mudar esta porra de sistema que beneficia uns e prejudica outros. “A Justiça é cega”? Deve ser mesmo, porque trata sim com distinção os mais favorecidos e esquece que deve ser realmente TODOS iguais perante a lei. Alias, os mais favorecidos não tem o direito de cometer crime algum, já que tiveram oportunidades mais que suficientes para serem pessoas muito melhores que marginal, alguém ousou pensar em ser por não ter, na sua maioria, chance como os tais privilegiados. Portanto, a pena pra estes “bambambans” deveria ser ainda mais pesada, porque sabem da responsabilidade que os competem. Mas não, se não é o dinheiro que compra este indulto asqueroso, é a tal imunidade parlamentar. Que deveria se chamar “Impunidade Parlamentar” segundo meu amigo Rodrigo Couto.

Recentemente, fui multada por estacionar em local proibido numa área comercial. Até ai tudo bem, se a multa não tivesse sido feita às 22h30 onde o movimento de trânsito reduz mais que a metade em Belo Horizonte. Aí me pergunto: “O objetivo desta multa não estaria ligado ainda mais ao enriquecimento dos cofres da união?”. São mais de 200 mil veículos circulando por Belo Horizonte de forma irregular, estes fora do trânsito já ajudaria na diminuição do tráfego tão desgastante na cidade. Eu vejo barbaridades no trânsito dia e noite, nos pontos mais críticos da cidade e NUNCA há fiscalização (pois se houvesse, penso eu, resolveria de certa forma esta falta de educação). Mas tudo bem... eu estava errada e concordo com a punição.Tanto é que já paguei a multa no intuito de que isso traga mais justiça ao mundo. Sim... uma boa intenção tem seus frutos sim. Estou colaborando, e apesar de achar que certas normas de trânsito deveriam ser mais flexíveis, sei que não é a lei. Então, este erro eu não cometerei mais. Se um estádio de futebol lotado para um clássico qualquer tivesse as pessoas nele contido todas direcionando suas mentes para que o país ganhasse o melhor “gol”de sua vida, e não uma seleção camisa canarinho - (Seleção esta que já está com a vida ganha, né?) colaboraria um tanto...

Daí. com tanta impunidade que vem degradando esta sociedade brasileira e que percebo não ser restrita ao país, eu tive um insight:

O mau gosto cultural é também o resultado de muitos dos erros da falta de punições devidas. Sim... Os valores se constroem a partir da elaboração, que se tem através das comparações. Distingue-se algo de valor das coisas desvalidas. As coisas realmente valorosas são imutáveis e atemporais, então não se trata de gosto. São princípios básicos e normalmente rejeitados para o melhor uso da manipulação e por rebeldes (um estado infantil das pessoas).

Assim, as coisas tornam-se iguais. Não há mais certo e errado. Tudo é igual. O bom tem o mesmo valor que o ruim... e assim como a educação a cultura que deveria instruir passa a ser uma ferramenta de destruição, o que é lamentável pra um artista como eu concluir.

Agora vou ali olhar as besteiras postadas no youtube ou no facebook de milhares de pessoas, porque está tudo comprometido e não é hora de show... É hora de combate.

Dollysuspiros


Balada Weekend - Balada GLS para sexta, sábado, domingo e véspera feriado

Loading



quarta-feira, 25 de abril de 2012

Revista elege Beyoncé a mulher mais bonita do mundo

Loading

Bee! A badalada revista People divulgou sua relação das mulheres mais bonitas do mundo! No topo da lista? Beyoncé! Isso mesmo! Queen B se destacou em relação às belezas de celebridades como as atrizes Charlize Theron, Michelle Williams e Lily Collins, além da duquesa Kate Middleton .

Sobre ser considera a mais bela, Beyoncé, que tem 30 anos, delcarou: “ Eu me sinto mais bonita do que nunca porque tive minha filha... eu nunca me senti tão conectada assim e nunca senti a sensação de estar de acordo com o meu propósito na tera”.

Clique aqui para ver a relação completa. Abaixo, você pode ver outra foto do ensaio fotográfico e, na sequencia, vídeo com o making off.


 

Caso em BH reascende polêmica sobre gays “não poderem” doar sangue

Loading
People! O Muza já haviaponderado sobre a doação de sangue feita por homossexuais/gays no Brasil, após nova portaria do Ministério da Saúde, de junho de 2011.  Mas após matéria do O Tempo On Line trazemos de volta o tema:

Motivado por uma campanha da empresa onde trabalha, em Belo Horizonte, o produtor cultural Danilo França, de 24 anos, decidiu doar sangue pela primeira vez. Junto com um grupo de colegas, seguiu as etapas previstas: preencheu a ficha de inscrição e foi para a entrevista com o médico do hemocentro. Na momento da conversa, França descobriu que não poderia doar sangue porque mantém um relacionamento homossexual. “Fiquei atordoado, sem graça. Fiquei chateado e me senti discriminado”, disse França.

Uma norma nacional considera inapto à doação qualquer homem que tenha se relacionado sexualmente com outro homem no período de 12 meses. O mesmo vale para heterossexuais que, no mesmo período, se relacionaram sexualmente com várias parceiras.
(...)

A regra do Ministério da Saúde, que vigora há mais de sete anos e vale para todos os hemocentros, foi baseada em estudos internacionais que apontam que o risco de contágio pelo vírus da aids (HIV) é 18 vezes maior nas relações entre homossexuais masculinos, na comparação com relações entre pessoas heterossexuais. O motivo é a prática do sexo anal, que aumenta o risco de contaminação por doenças sexualmente transmissíveis (DST). Foi essa determinação que fez com que a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas) negasse ao produtor cultural a possibilidade de doar sangue.

Em junho de 2011, o ministério baixou uma portaria que proíbe os hemocentros de usar a orientação sexual (heterossexualidade, bissexualidade, homossexualidade) como critério para seleção de doadores de sangue. “Não deverá haver, no processo de triagem e coleta de sangue, manifestação de preconceito e discriminação por orientação sexual e identidade de gênero, hábitos de vida, atividade profissional, condição socioeconômica, raça, cor e etnia”. Mas, na prática, os homossexuais masculinos ativos sexualmente seguem impedidos de doar sangue. Para as lésbicas, não há restrições.

O coordenador de Sangue e Hemoderivados do ministério, Guilherme Genovez, alega que a norma brasileira é avançada quando comparada à legislação de outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, um homem que tenha tido, no mínimo, uma relação sexual com outro homem fica proibido de doar sangue pelo resto da vida.
(...)


ColunaZs – “Te sento a vara...”

Loading

Não sei se vocês já viram o meme “Te sento a vara, moleque baitola”, mas esse é o ponto inicial da discussão dessa semana. É quase que uma retomada ao meu texto sobre palavras pejorativas, mesmo que para alguns isso só pareça uma paranoia.

Eu já disse diversas vezes que acho que tudo, absolutamente tudo, pode ser transformado em piada. Desde que você saiba fazer. Piadas devem divertir sem disseminar preconceitos, e isso não significa ignorar assuntos, significa trabalha-los de forma correta. É possível fazer piadas com o próprio preconceito, fazer piadas com gays, heteros, brancos, negros, asiáticos e etc... Obviamente é mais difícil fazer piada com certos assuntos, pois eles são delicados. Aí que entra o meme que citei no começo. É proibido fazer piada com gay? Não, pois isso seria discriminação. Mas a piada foi bem feita? Não. Esse é o tipo de piada que abre espaço para diversas demonstrações de preconceito, violência, estereotipação.

Por mais incrível que pareça, já ouvi aplicações ‘inocentes’ do meme. Mas isso foi inteligência de quem usou a frase estúpida. Apesar do, raro, sucesso em sua aplicação, esse é um exemplo perfeito de piada mal feita.

A piada deve nos fazer rir do cotidiano, e muitas vezes ela ‘ridiculariza’ as pessoas para tal. Sabendo levar na esportiva as piadas mais ácidas, tudo fica bem. A questão é que existem linhas que não devem ser cruzadas. ‘Ridicularizar’ a vida é o que fazemos para rir do que normalmente não tem graça, muitos fazem isso com maestria. O problema é quando a ‘ridicularizarão’ se torna humilhação, destratarão, ofensa. Lógico que pessoas diferentes reagem de formas diferentes, se ofenderão com piadas diferentes. Talvez esse seja o motivo pelo qual é tão complicado utilizar assuntos delicados nas piadas, sem ser taxado de preconceituoso.

É  necessário abrir a cabeça, tanto para ouvi-las, quanto fazê-las. Não existe regra definida, não existe limite explícito, mas existe bom senso. O meme “Te sento a vara, moleque baitola” é um claro exemplo de puro preconceito. Usa violência, uma palavra pejorativa, imagens preconceituosas... Praticamente tudo nele remete a homofobia.

Sou a favor da mudança de significado de palavras, hoje, consideradas pejorativas. A mudança de seu significado pode ser um passo importante na busca por respeito. E frases como a do infame meme representam alguns passos para trás nessa busca.

*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Sexta tem a festa "Party Voyeur"! O Muza sorteia corteZias!

Loading
Bee! Na próxima sexta-feira, 27 de abril, acontece a estreia da festa “Party Voyeur”, no Velvet Club. A produção é de Rafael Sandim, o mesmo responsável pela “Yes Porn”.
Sente a vibe das informações oficiais: “Alfred Hitchcock precisou de uma ´janela indiscreta´ para descobrir do que é feito o voyeurismo, mas você não vai precisar de tanto...uma festa que tem como proposta celebrar o voyeurismo. Só existe uma regra: não interaja com o objeto.... É mais que um dever assistir a surpresa que terá na nossa cabine erótica, que promete muito prazer. A dica é trazer o binóculos, o dresscode, para não perder nada e se deliciar... Seja perto ou distante, talvez até escondido, não deixe de observa”.

Para animar a noite os DJ´s Rafael Sandim, Keoma, Caio Vita, Barbara Deister, Iza Lopes & João Viegas, Dolly Piercing e Gobbi. A hostess será Dolly Piercing.

Ainda haverá na festa open bar de Absolut até 2h, cabine erótica com TRÊS strippers Voyeurs e a Tequilaria com Dolly Piercing!A festa começa a partir das 23h no Velvet Club (rua Sergipe, 1493 - Savassi Belo Horizonte) e tem os valores de R$ 25 na lista Voyeur e R$ 30 para os demais. R$ 40 após 1h.

Quer ganhar cortesia para a festa? Siga o Muza no Twitter e Facebook!
É isso mesmo! O Muza sorteia 2 cortesias (entrada off) para a festa “Party Voyeur”! Uma será sorteada pelo twitter do Muza (@muzasite) e a outra pelo Facebook do Muza. Como você pode garantir a sua? Simples! Mas você precisa seguir os dois passos abaixo:

1 - Siga o twitter do site (@muzasite) e retwitte a mensagem: Eu quero off para a festa @partyvoyeur dessa sexta! http://kingo.to/14nf Siga o @muzasite, dê RT nesta msg e participe!

2 – Curta o facebook do Muza, entre na aba "promoções" e compartilhe a imagem da festa que está lá!

O resultado será divulgado na noite de quinta-feira, 26 de abril! Quem ganhar tem que enviar o nome completo + número identidade até às 17h da própria sexta-feira, 27 de abril, dia da festa(!), para o e-mail contato@muza.com.br! Logo...fiquem ligados no horário para garantir sua off! Ok People?

Resultado promoção festa “Party Voyeur”! Ganhadores: Lisieux Marc (Facebook – link do sorteio: http://sorteie.me/fb/e9e) e @thomaspcarvalho (Twitter link do sorteio:http://beta.sorteie.me/r/swv ). Nome completo + número identidade para contato@muza.com.br até às 17h de hoje (sexta-feira, 27 de abril)!

Abaixo, você pode ver o vídeo-convite:

Cher entrega prêmio ao filho transexual em premiação gay

Loading
Bee! O filho transexual da Cher, Chaz Bono, foi o destaque na premiação GLAAD Media Awards. O evento, realizado no último sábado, elege personalidades que se destacaram na cena gay, já que, a GLAAD é a sigla para Aliança de Gays e Lésbicas contra defamação.

Chaz foi receber o prêmio em razão ao seu documentário “Becoming Chaz” ( que mostra todo o processo de readequação sexual vivido por Chez) ao lado de sua mamãe pop: Cher. Assim, visual de Cher, como podemos ver acima, também chamou a atenção. Chez também foi destaque em 2011 ao participar do programa “Dancing With The Stars” e ter sido duramente criticado por conservadores de plantão.

A própria Cher entregou o prêmio ao filho e declarou: “Chaz é a pessoa mais corajosa que conheço”. Abaixo, você pode ver o vídeo completo do discurso de Chaz.

Outros premiados foram os atores Josh Hutcherson e Jesse Tyler Ferguson, além da a apresentadora Ellen Degeneres.



sexta-feira, 20 de abril de 2012

Saiba mais sobre os "ursos" no meio gay e a festa "Bear Boom"

Loading
People! Como sabe, no próximo sábado acontece a festa "Bear Boom", a qual o Muza sorteou corteZia. Trata-se de uma festa não exclusiva, mas onde os ursos do meio gay são muito bem-vindos, digamos assim.

Para saber mais sobre a festa e sobre o movimento ursino o Muza traz uma entrevista excluZiva com o organizador da “Bear Boom”, que antes era “BearFest MG”, Bruno Beltran.

A primeira edição da Bear Boom aconteceu em julho de 2011. A festa do próximo sábado é a 9ª edição. A periodicidade da “Bear Boom” é mensal, podendo haver alguns eventos extras no decorrer do mês.

Para quem não sabe, como explicaria o que significa o termo “urso” no meio gay/LGBT?
Em outros países, o termo “Urso” é usado pra definir um grupo de homens com as seguintes características: gordos, peludos, barbudos e carecas. E além das características físicas, possuem também comportamento extremamente másculo, não sendo aceitas nenhuma alteração estética, a não ser corte de cabelo e musculação. Isso, sem contar com os objetivos sexuais dos encontros originais.

Esse termo foi criado pelos americanos que possuem uma famosa cultura de segregação e esse foi apenas o primeiro termo de vários a serem criados para separar os grupos nos EUA no decorrer do tempo.

Mas aqui no Brasil, desde os anos noventa, a cultura ursina vem sendo difundida, só que nossa cultura é bem diferente da americana. Por aqui, os “Ursos” com o passar do tempo vem se adaptando a nossa realidade e criando força no meio Gay/LGBT. Hoje, podemos dizer que os “Bears” (“ursos” em inglês) do Brasil são os mais democráticos do planeta, porque entendemos que todos que não se sentem inseridos no padrão de beleza exigido ou os que não acham os seus objetos de desejo nos meios gays/LGBT’s “normais” fazem parte do nosso grupo ursino.



2 - Você faz parte do grupo Ursos de Minas? Se sim, favor explicar seu cargo/o que faz no Grupo e o que é o Grupo em si.
Desde o início dos anos 2000, que foi quando conheci essa cultura, eu faço parte do grupo, indo a festas, encontros e eventos dos Ursos. Eu mesmo não sou um Urso, mas sou um admirador ou “Chaser”, que é o termo usado para definir os “caçadores de Ursos”. O que me fez ser conhecido no meio ursino em Minas e no Brasil foi a minha iniciativa de realizar a primeira festa direcionada para os Ursos, em Julho de 2011.

Olha, acho que hoje eu posso dizer que virei um líder sim. Pois em várias situações, independentes da festa, tive que tomar algumas decisões em nome dos Ursos mineiros e por causa disso fui eleito um dos administradores do grupo “Ursos de Minas” no Facebook, e ainda sou o criador do grupo “Bear Boom” também da mesma rede social.



O grupo dos Ursos de Minas é considerado o mais animado, agitado e receptivo do Brasil. Isso aconteceu por causa da realização da “Bear Boom”, e também dos encontros semanais e outros eventos que realizamos. Hoje, temos em BH uma programação fantástica, que em outros lugares não temos notícias. Isso propicia a interação dos membros e novos membros.


O movimento ursino tem até uma bandeira própria. Nos fale um pouco sobre esse símbolo.
Assim como a comunidade LGBT em geral tem na Bandeira do Arco Íris. a representação de seu orgulho de ser gay, nós Ursos também possuímos uma Bandeira representativa. Ela foi criada pelo americano Craig Byrnes em 1995 e foi difundida em 1996. Seu layout é bem parecido com a bandeira LGBT. É composta por listras horizontais, mas as suas cores significam os tons das peles e nacionalidades dos ursos do mundo, e ainda possui uma cópia da pata de um Urso no canto superior esquerdo. A “Bear Flag” é o nosso maior símbolo de orgulho e carinho que nós possuímos.

Por que fazer uma festa como a Bear Boom, que de certa forma, é voltada aos “Ursos”?
A festa não é focada somente nos Ursos. Somos democráticos. Pelo menos aqui no Brasil aprendemos a ser, por causa da nossa cultura tão “misturada”, se posso dizer assim.
Uma festa para Ursos é mais direcionada às pessoas que não fazem parte daquele dito e cobrado “Padrão de beleza”. No caso, os gordinhos, peludos, coroas, gordões, paizões, melhor idade, barbudos, bigodudos, carecas, magros... e a todos os admiradores de todos os perfis citados anteriormente. Todos são como são e se aceitam como tal.

Você acredita que os ursos sofrem discriminação em outros ambientes de sociabilidade gay? Daí a necessidade de se criar uma festa “para eles”?
Assim como nos meios com predominâncias de Heterossexuais, um gordinho, careca e peludo sofre discriminação do mesmo jeito. Isso não é exclusividade do meio gay. Existe um padrão de beleza “Malhação da Rede Globo”, que é o novinho, lisinho, com cara limpa ou de bebê, com barriga de tanquinho e cabelo espetado que é cobrado não só pelo meio gay, mas também pelo meio hétero.

A festa dos Ursos é como se fosse uma contracultura. Ou seja, tem a preocupação em atender as necessidades do público que foge deste padrão de beleza estético e tem características mais másculas e/ou maduras, como barba, cavanhaque, bigode, cabelos grisalhos, peito peludo, careca... como também, atender a necessidades de pessoas como eu, por exemplo, que nunca conseguiu achar o objeto de desejo, ou paquera, dentro dos ambientes gays normais.

Vocês da organização da festa “Bear Boom” (foto abaixo) tem envolvimento com o movimento ursino?
Sim. Todos temos envolvimento. Eu, Bruno Beltran, já participo do movimento desde 2003 e realizei as 8 primeiras festas para os Ursos. O Raphael Ernesto (Wally) também é desta mesma época. Enrico Vargas é quem assina as ilustrações e trabalhos gráficos da Bear Boom. Tem também o Leonardo Silva que é a pessoa que recebe todos em nossos grupos e Redes Sociais.

A comunidade dos Ursos existe há 45 anos e começou em Los Angeles (EUA), onde um grupo de amigos gays, lenhadores, que se chamavam de ursos por brincadeira, se sentiram segregados pelos meios gays “normais” e resolveram fazer uma festa para eles. E daí a idéia se difundiu por todos os países do planeta, sendo que chegou ao Brasil à aproximadamente 15 anos.

O que teria a destacar sobre a festa para o público que ainda não a conhece?

O que sempre destaco sobre a “Bear Boom” é a interação, a receptividade e união do grupo de Ursos de Minas. O que é sempre comentada por todos os Ursos de outras cidades, estados e países que nos prestigiam em todos as festas com a suas presenças.


Organizadores da "Bear Boom" (sentido horário, começando por quem usa óculos escuro): Bruno Beltran, Enrico Vargas, Leonardo Silva e Raphael Ernesto.

ExcluZivo – entrevista com Rafael Augustto, criador do fã-site Madonna On Line (Parte 2)

Loading


People! Como combinado, hoje você pode ler a segunda parte da entrevista com Rafael Augustto, criador do fã-site Madonna On Line, que é a principal referência na internet brasileira quando o assunto é Madonna.

A conversa aconteceu durante a Festonna – festa realizada pelo site e trazida à Belo Horizonte pela festa Caramelo Sundae – na qual ele discotecou 1h30 só com músicas da Rainha do Pop! Foram cerca de 20 minutos de entrevista que só foi interrompida porque ele tinha que ir tocar! Assim, ela foi dividida em duas partes.

Nesta segunda parte Rafael Augustto fala sobre da relação dos little monsters e britfans com Madonna, sobre o filme “W.E.” e revela qual seu disco preferido da Rainha do Pop. Imperdível 2!

Lhe incomoda de alguma forma ou o que você teria a dizer sobre os little monsters (fãs de Lady Gaga) ou os Britfans (fãs da Britney), que de certa forma ficam nessa disputa de “quem é a melhor do pop” e acabam atacando a Madonna. Afinal, já querem dar títulos de “nova Rainha do Pop”, ou dizem que Madonna tem que aposentar... de alguma forma já busca, nesta disputa, tenta inferiorizar/desmerecer uma em relação à outra. Como você vê isso?
É igual time de futebol. Cada um tem aquele time de coração e você defende aquilo. Fã é a mesma coisa. Se tem seu ídolo e você vai defender com unhas e dentes. Mas boa parte acaba julgando o outro e menospreza o outro artista. Faz parte você querer falar o melhor do seu artista. Como figuras de álbum de figurinha, você fica pontuando e tal. Mas não tem como concorrer com a Madonna, por mais que isso seja arrogante falar. Mas não dá. Ela já fez muita coisa. Você só consegue comparar alguém se tem a mesma trajetória. Você não pode comparar com um artista como Britney, Gaga... A Gaga tem dois álbuns lançados e um outro menor... não dá para comparar com outra artista que tem 30 anos de carreira e mais de 10 discos, trilha-sonora, já fez filmes... não tem como... e essas artistas novas que surgem, elas conseguem pegar um público cada vez mais novo.. E o público mais novo, é óbvio, não tem a mesma e toda bagagem que um público que acompanha a mulher há 30 anos. Aí ofende, diz que a mulher não presta mais pra isso, pra aquilo... mas enfim, tem que ver na prática. Por exemplo, pede ela para fazer um show ao vivo, para ver quem é a melhor.

Você falou há um tempo atrás que era um fã da Madonna em crise, depois de ouvir o álbum, “MDNA”, você continua em crise? (Esta pergunta foi feita pelo jornalista Átila Moreno, que também estava presente).
Não. Eu tava em crise, porque eu estava preocupado em saber o que ela ia fazer e saber se ela ia me satisfazer. Porque essa era minha preocupação. Saber se ela ia conseguir preencher esse vazio que eu tava, vazio criativo que eu estava achando... mas preencheu.

O que você achou do filme “W.E.” e sua receptividade em geral? (Rafael fez uma crítica sobre o filme no Madonna On Line).
Lógico que tem preconceito, porque é da Madonna. Tem um crítico de São Paulo, um cara mais velho e bam bam bam que disse algo como “não tenha preconceito para ver o filme, porque ele é bom”. Ela tem o seu valor como diretora. Ela está aprendendo. Ela já aprendeu no primeiro e melhorou muito no segundo. Eu fui supreendido pelo filme sim, achei que a estética é muito bonita. O figurino não precisa nem falar porque concorreu ao Oscar. Mas a fotografia e enquadramento... achei muito bom e muito bonito. Mas na história, eu achei que ela não se aprofundou muito sobre os dois, na relação dos dois. Ok, ela teve problema por ser divorciada naquela época. Mas e aí? Como foi? A família? Como reagiu? Como foi esse processo de ser separada? Mas ela falou que era só uma história de amor dos dois. Bonito. Vamos ver no próximo. No próximo ela vai melhorar mais ainda.

Qual o seu disco preferido da Madonna?
Bedtime histories. Foi o primeiro que eu comprei na loja, no dia do lançamento e me marcou. E eu acho o álbum absurdamente fantástico. Ela teve de dar uma mudada na persona, já que ela estava extremamente erotizada, com “Erotica” e a “Girlie Show”. Ela surgiu com uma roupagem “R&B” de uma forma sensacional e com produtores muito bons.

E uma música? Poderia escolher uma?
Não consigo te falar assim.. mas uma recente, é “Beautiful Killer” (do “MDNA”).

E uma turnê? Qual a sua preferida?
“Girlie Show”. Eu comecei a reparar na Madonna nesta turnê. Meus pai sempre foi muito musical. Ele tinha muitos shows em casa. E show para mim era um artista que ia lá na frente com seu microfone e voz, cantava, belissimamente, e só. Mas Madonna, você não está só vendo ou ouvindo a música. É todo o teatro. É um espetáculo. Aquilo me fascinou. A engenharia do palco me fascina. Eu acho que sou engenheiro frustrado (risos). A engenharia do palco é uma coisa que eu gosto de ver. Gosto de ir no show dela para ter a cartaze, mas tamém para ver a engenharia... onde ela sai, onde ela pula, onde o telão abre, onde ele mexe, sobe, desce, ascende... é isso que eu amo, é isso que gosto e é isso que eu gosto de ver no show dela. É nisso que a Girlie me fascinou. Eu estava acostumado com um outro tipo de show e eu jamais imaginava que um artista poderia fazer aquilo. Então a partir daí, eu passei a acomapnhar a turnê dela.

Por fim, tem uma era da Madonna que você gosta mais?
Eu adoro os anos 80. Mas eu era uma criança. Não curti a Madonna nesta época porque eu era criança quando ela estourou. Eu adoro aquela coisa descompromissdada que acontecia naquela época. Eu adoro a fase anos 80 da Madonna.


Abaixo, você pode ver fotos de Rafael Augustto na Festonna em BH! Clique aqui para ver todas as fotos da Festonna em BH e aqui para vê-las no Facebook!

Balada Weekend! Balada GLS para sexta, sábado e domingo!

Loading