terça-feira, 3 de janeiro de 2012

ColunaZs – “Casal”

Loading

Olá meus queridos e queridas! 2012 já está aqui, mas foi antes do réveillon que me veio à ideia para este texto. Uma amiga me atentou para o resultado de uma promoção, onde eram sorteados ingressos para CASAIS em diversas festas de réveillon de BH, o ganhador era um homem gay, logo este queria dois ingressos para homens, mas os ingressos eram obrigatoriamente feminino e masculino. Não posso lhes confirmar se o site foi alterado após a discussão, mas parece que onde antes estava escrito “casal” passou para “Feminino/Masculino”.

Não vou entrar no mérito de ainda se sortear ingressos “Masculino/Feminino” em pleno Séc. XXI, mesmo porque muitas pessoas levam amigos para festas como o réveillon. Mas sim do fato de serem ingressos para um casal. O fato de que muitos ainda pensam que pessoas do mesmo sexo não forma um casal. Não sei o que formaríamos senão um casal, mas enfim.

Não é necessária a agressão explicita para que seja homofobia. Não admitir que duas pessoas do mesmo sexo, que se amam, não são um casal é tão sério quanto à violência gratuita.

Infelizmente, de acordo com a definição da palavra, “casal” é formado por macho e fêmea, o que leva a existência da expressão ‘casal gay’. De qualquer forma, o próprio dicionário nos dá segundas definições para a palavra casal “duas coisas iguais; par, parelha”.

Mas vale lembrar que a língua evolui mais rapidamente que os dicionários, quantas coisas não vimos mudar em suas páginas anos depois de já serem largamente usadas por nós?

Nem sempre prestamos atenção nestes detalhes, mas em algum momento eles podem nos dar tapas na cara. Pequenas coisas como ter direito a ser um casal podem fazer toda a diferença.

*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!