sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

ExcluZivo – Saiba como foi a celebração de 2 anos da festa Caramelo Sundae

Loading





No início de dezembro, mais precisamente no dia 3, a Caramelo Sundae, uma das festas pop mais tradicionais da cidade - e que foi eleita pelo Muza em 2010 como um dos momentos + gays e inpiradores do ano - comemorou seu aniversário de dois anos. A edição especial, que aconteceu na Josefine / Roxy, foi marcada por um repertório eclético e alegre, em contraponto à música eletrônica usualmente apresentada pela boate. O evento, que bateu recorde de público da casa, também contou com apresentações da cantora Ângela Bismarchi e da drag queen Dolly Piercing.

Por volta das 23h30, uma fila já se formava na entrada do local. Próximo à pista de dança e bares, pirulitos, balas e algodões-doces fizeram a festa dos participantes que entraram logo após a abertura das portas. Em menos de meia hora, toda a área principal já estava totalmente ocupada por homens e mulheres, das mais diversas orientações sexuais, que queriam se divertir ao som de sucessos e clássicos da música pop nacional e internacional, tocados pela equipe de DJ’s residentes da festa. O cenário foi completado com a presença de irreverentes “go-go boys”, usando máscaras de famosos personagens de desenho animado.

Dudu Pônzio, um dos organizadores da Caramelo Sundae, relembra o surgimento da festa. “Tudo começou com uma brincadeira de amigos. Um foi chamando o outro e a Caramelo foi ganhando renome. Hoje, são mais de 100 edições, em locais super diversificados, mas mantendo a garantia de uma festa sadia, divertida, sem rótulos. Essa é a nossa marca registrada”, explica. Para Dudu, comemorar o aniversário de dois anos da festa é uma grande alegria. “Você não faz ideia de como estou feliz de comemorar mais um ano de Caramelo Sundae. A festa é resultado de muita seriedade, empenho e carinho de uma equipe do bem. Graças a esse sucesso, passamos a usar o termo ‘caramelizar’, quando nos referimos a algo que dá certo”, diz. Para o idealizador, a edição comemorativa de um ano da Caramelo e a festa realizada na Rua Guaicurus, região de meretrício no centro da cidade, foram as que mais marcaram. “Já nos apresentamos duas vezes no Rio de Janeiro, mas o aniversário de um ano foi marcante, pois tivemos mais de mil pessoas reunidas no Music Hall. Também nos divertimos muito na festa “Hollywood”, que foi aconteceu no terraço do Hotel Diamante”, relata.

Perguntado sobre projetos futuros, Dudu não deixa de esconder o otimismo e orgulho do projeto “Caramelo Sundae”. “Temos muitos desafios pela frente, mas vamos sempre buscar parcerias que agreguem valor à nossa marca. Queremos manter a freqüência e consolidar a festa na noite de Belo Horizonte. Nossa missão é trazer alegria a todos, sem segmentação ou qualquer distinção de gênero ou orientação sexual”, reforça.

Angela Biscmarchi

A equipe do Muza teve acesso ao camarim da Josefine e conseguiu uma entrevista excluZiva com Angela Bismarchi. Muito atenciosa, a cantora confessou estar emocionada por participar de mais uma festa de aniversário da Caramelo Sundae. “Adorei a edição do ano passado. A receptividade e o carinho do público foram enormes. O pessoal de Belo Horizonte é sempre muito amável”, conta. Para Angela, a razão do seu sucesso junto ao público GLS está na espontaneidade. “Acredito que o carisma vem do fato de eu ser esse tipo mulherão, que é transparente nas idéias e fala o que pensa”, justifica. A cantora também acredita que sua capacidade de falar abertamente sobre sexo também contribuiu para um maior contato com o público gay. “No meu livro ‘Os 10 Mandamentos do Amor escritos no Monte de Vênus' dou dicas para uma vida sexual feliz e saudável, que servem para todos, independentemente da orientação sexual. Os gays são românticos e também precisam de carinho”, acrescenta.

Minutos antes de subir ao palco, a cantora adiantou o repertório e o figurino da sua apresentação. “Estou vestida em estilo country ‘high tech’, com muito brilho, e vou cantar a versão original de ‘Clima de Rodeio’ e uma versão ‘remix’ exclusiva, que vai ser tocada hoje, pela primeira vez. Espero que todos gostem, pois música é sinônimo de alegria”, diz.

Público

A festa agradou ao público presente. Até mesmo os freqüentadores assíduos da casa tiveram espaço garantido no segundo andar, onde a música eletrônica instrumental foi mais tocada. Para o DJ Caio Vitta, um dos DJ’s residentes da Caramelo, a edição de aniversário foi incrível. “Achei muito bem organizada. Ouvimos comentários positivos de todos que foram e dos funcionários da Josefine, que ficaram surpresos com a animação dos DJ’s e do publico”, relata. A notícia de recorde de público da casa é mais um motivo de alegria para Caio, que estreou como residente na festa este ano. “Fico orgulhoso e gratificado. A Caramelo é um trabalho de muito carinho do Dudu Pônzio e Diego Maffei juntamente com todos os DJ’s”,confessa.

Para ele, o sucesso da festa é pode ser atribuído à sua proposta diferenciada. “Quando foi lançada em 2009, tinha o objetivo de se diferenciar das festas sérias, começando mais cedo e trazendo um mix de música pop internacional e nacional, sempre com um tema atual do mundo POP e hits de internet. O objetivo principal era o de se divertir com ecletismo, sem preconceito”, explica.

Essa também a opinião da Sâmila Barra, de 21 anos, que relata ter gostado muito da segunda edição comemorativa de aniversário. “Já participei de várias edições da Caramelo Sundae, mas não de uma edição grandiosa como foi essa. Eu amo a festa, pois sempre tocam as melhores músicas pra dançar, relembrar os bons tempos e se divertir”, confessa. O sucesso da Caramelo, segundo a estudante, está na garantia de diversão. “Esse é o diferencial da festa: ela engloba todos os estilos. Tanto o público gay quanto o hétero comparece para se divertir e aproveitar a noite”, opina.

*Texto e fotos Vinícius Rocha