terça-feira, 29 de novembro de 2011

Livro que afirma que Lampião era gay tem lançamento cancelado pela justiça

Loading
People! O livro “Lampião – O Mata Sete”, de Pedro Morais, não será mais publicado e cormecializado. O Motivo? A família do “Rei do Cangaço”, se sentiu ofendida por o livro mencionar Virgulino Ferreira, o Lampião, como homossexual e Maria Bonita, sua companheira, como adúltera. A decisão foi do juiz Aldo Albuquerque, da 7ª Vara Cível de Aracaju, Sergipe.

Segundo o livro, Lampião mantinha uma relação homoafetiva com um cangaceiro chamado Luiz Pedro, que também seria namorado de Maria Déia, a Maria Bonita, o que formaria triângulo amoroso. O autor declarou sobre a homossexualidade de Lampião:

“Eu estudo sobre Lampião há muitos anos. Juntando artigos, revistas... Não tenho nada contra a homossexualidade, eu citei como um fato histórico... essa teoria [homossexualidade] já existe há mais de 40 anos. Ex-cangaceiros e remanescentes do cangaço sempre confirmaram isso. Não sou eu o criador desse detalhe... Quero lembrar que a possível homoafetividade de Lampião não é o tema central do livro... Nenhuma virtude eu encontrei no bandido em qualquer ato seu”

Pedro Morais lembrou que o antropólogo, historiador e fundador do Grupo Gay da Bahia (GGP) Luiz Mott já teria levantando a hipótese de Lampião ser gay. O autor irá recorrer da decisão.

Fonte: Uol