sexta-feira, 4 de novembro de 2011

ExcluZivo – entrevista com a cantora Amannda

Loading


Bee! Como sabem, a cantora Amannda esteve recentemente em Belo Horizonte para uma apresentação bapho na boate Josefine. Ao vivo, Amannda mostrou todo o seu talento (vozeirão e dança) e simpatia. No repertório, além de performar suas músicas (“Sound Of Love”, “Tonight” e a mais recente, “The Only One”, produzida com o DJ Dazoo) ela ainda cantou hits de divas pop, como “On The Floor” da Jennifer Lopez e “S&M” da Rihanna.

Em entrevista excluZiva ao Muza, antes do show, a cantora paulista – que se destacou na cena GLS nacional e internacional - passou por BH em um momento especial de sua carreira: lançamento de sua nova música (“The Only One”) e finalização do video-clipe da mesma, no aquecimento para o show da Spirit – festa badalada que aconteceu em São Paulo em Outubro – e no planejamento da gravação de seu primeiro DVD, com data prevista de lançamento para 11 de dezembro. Esse bom momento de sua carreira ao passar por BH coincide com a boa relação dela com a cidade: “A gente sempre vem em BH, é um carinho muito grande. Eu adoro estar aqui. A gente se diverte mais do que trabalha”, revelou Amannda, destacando o atendimento que sempre recebe da Pipi Matta Machado, produtora da Josefine.

Para Amannda o momento LGBT no Brasil está crescendo e expandindo, inclusive, para o ramo da música voltada a esse público, como a que ela faz. Ela vê com bons olhos esse momento, mas ressalta que o público deve ficar atento aos oportunistas de plantão: “Todo mundo fala, todo mundo comenta, todo mundo conversa sobre, mas os direitos são muito poucos... é complicado. Assim, todo mundo que venha para agregar eu acho bacana, mas, por modismo eu não acredito em nada. A pessoa tem que ter senso crítico suficiente para saber se a pessoa está vindo porque gosta ou porque está vindo por moda”, observou.

Ao contrário do que alguns podem supor, esse seu comentário não é algo indireto às “novatas” na cena GLS musical nacional, como Wanessa e Kelly Key: “Graças a Deus, agora, tem um monte de gente supertalentosa, fazendo trabalho maravilhosos, que só faz o Brasil crescer aqui dentro e lá fora”. Por falar em lá fora, o foco internacional de Amannda, após boas inserções no México e Estados Unidos (Ela já conseguiu emplacar uma música, em parceria com a dupla maranhense Altar, no 23º lugar na Parada da Billboard), é a Europa: “A música (“The Only One”) é uma pegada que não estamos tão acostumados... estamos com novos projetos para a Europa no segundo semestre", revelou.

Ao ser perguntada sobre o que lhe inspira, Amannda destaca o amor e a perseverança: “Se você reparar, todas as letras das minhas músicas falam muito de amor... a gente não pode desistir daquilo que a gente realmente ama. Seja uma pessoa, seja o trabalho... não desistir dos sonhos. Meu trabalho fala disso: nunca desistir e continuar lutando sempre”. Ela ainda ressaltou, sem pieguices, a importância do amor para um futuro melhor para todos, gays e não gays: “Amor é uma coisa difícil de encontrar hoje em dia. Lutem por isso. Hoje em dia todo mundo banalizou o relacionamento, e eu não acredito nisso. Amor é respeito ao próximo. Se todo mundo continuar fazendo isso, amando a si e respeitando o próximo, consegue fazer um mundo muito melhor”.