terça-feira, 29 de novembro de 2011

ColunaZs – “E a fama de “veado”? Palavras pejorativas”

Loading


Não, não vou comentar a declaração da Senhorita Castro. É um pouco tarde para isso. Quero discutir o uso de forma pejorativa das palavras “veado” – ou “viado” – “bixa”, “passiva”, “sapata”, “traveco”e “gay”.

Desde já quero deixar claro que isso todas com muito carinho. Não é meus viadinhos?

De certa forma este texto entra no mesmo mérito da semana retrasada. As palavras que se referem a nós, gay, estão associadas à fraqueza, fragilidade, covardia, entre outros. Bem sabemos que a história é outra, temos que ser fortes.Muitas vezes também as usam de forma pejorativa para reafirmar a própria sexualidade (Whysoinsecure?). Como se chamar a outra pessoa de “viadinho” o tornasse mais homem, ou mais mulher. Os torna menos humanos, isso sim.

São usadas como defeitos. Quem nunca ouviu um “isso é tão gay”? Eu raramente escuto um que tenha um significado positivo, são sempre críticas. Logicamente isso se deve a vários fatores históricos, a uma homofobia já implantada na cultura, a certa influência religiosa, e diversos outros.

Minha proposta é que passemos a usar tais palavras de forma positiva, que espalhemos este pensamento entre nossos amigos. Quem sabe não conseguimos mudar o significado destas palavras. Mesmo que apenas em pequenos círculos, todo avanço é bem vindo.Pare para pensar em quantas vezes você as usa de forma pejorativa, e quantas de forma positiva. Não podemos cobrar respeito “deles” se nós não nos respeitamos.

Palavras são só palavras, um punhado de letras aglomerando em sílabas. O significado somos nós que damos. Então meus viadinhos, lesbiquinhas, heterozinhos, bissexuaizinhos, panzinhos e etc?

Que significado vocês dão para estas palavras?

Hoje, mais do que nunca, estou interessado no feedback de vocês.

* Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!