terça-feira, 27 de setembro de 2011

ColunaZs - "MuZas no Humor"

Loading


Durante a semana passada fiquei assistindo especiais, entrevistas e afins de duas grandes humoristas. Joan Rivers e Kathy Griffin, duas grandes apoiadoras dos direitos LGBT. Vocês podem imaginar como minha semana foi recheada de amor e gargalhadas. Abaixo vocês encontram algumas informações sobre as duas, procurem vídeos de ambas e divirtam-se.

Joan é a grande veterana entre as duas, atualmente com 78 anos de idade e uma carreira de cerca de 50 anos. Joan é tida como uma das primeiras, senão a primeira, mulher humorista. Foi ela quem abriu a porta para as colegas. Com um humor ácido – preciso falar me identifiquei? – Joan critica celebridades, políticos, o que a deixou famosa e ao mesmo a fez odiada. Rivers também é creditada por ter colocado o RedCarpet no mapa, por ter sido a apresentadora que levou o público para frente da TV. O humor ácido e a irreverência garantiram a Joan o amor do público gay, o qual ela sempre apoiou. Uma de suas maiores causas filantrópicas são entidades voltadas para o HIV, que até hoje é tida com uma ‘doença gay’ por muitos. Rivers já participou do Sydney Gay andLesbianMardiGras, entre outros programas. Em seus shows de humor ela faz questão de ridicularizar personalidades homofóbicas.

Temos também a, não tão, nova Kathy Griffin. Tem Rivers como amiga e mentora. Kathy também tem um humor ácido e é uma imensa apoiadora dos direitos LGBT. Griffin é conhecida por não escrever seus atos de humor, escrevendo apenas tópicos em uma folha e improvisando a respeito dos mesmos durante o show, é tudo uma conversa muito engraçada. Também não possui papas na língua e adora falar sobre as celebridades. Abertamente apoiadora dos direitos LGBT, já participou de passeatas, protestos, fez parte de um movimento contra a Prop8 na Califórnia, exibiu isso diversas vezes em seu Reality Show: “My Life on The D-List”. Causou diversas controvérsias por confrontar congressistas que são contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Kathy é tida como uma grande Diva entre os gays nos EUA, sendo este o público dominante de seus shows. Já se declarou um “Homem Gay” por diversas vezes durante seus atos.

Kathy e Joan são duas mulheres com as quais me apaixonei instantaneamente, humor inteligente e ácido, personalidade forte, originais e - a pra colocar a cereja no topo – são apoiadoras dos direitos LGBT. Se vocês ainda não conhecem, deveriam conhecer. Risadas garantidas.

P.s.: Caso não ria, a Tia não devolve o seu tempo.

* Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!