quarta-feira, 20 de julho de 2011

Pai e filho são confundidos com casal gay e são agredidos

Loading



People! Lamentável! Mais um caso em que o preconceito aos gays está gerando reações e ações estúpidas de violência no Brasil. Desta ve, um pai e um filho foram agredidos por um grupo de pessoas que acharam que os dois eram um casal gay, na madrugada da última sexta-feira em uma exposição em São João da Boa Vista, interior de São Paulo. Eles estavam abraços. O pai, de 42 anos, que estava com seu filho de 18 anos, teve sua orelha decepada nesse ataque. Sim! Sem sensacionalismo: a orelha dele foi decepada. Abaixo, vocês podem ler o triste relato do pai:

“Estava eu, meu filho, minha namorada e a namorada dele. Elas foram no banheiro e nós ficamos em pé lá. Aí eu peguei e abracei ele. Aí passou um grupo, perguntou se nós éramos gays, eu falei ‘lógico que não, ele é meu filho’. Ainda falaram ‘agora que liberou, vocês têm que dar beijinho’. Houve um empurra-empurra, mas acabou. Eles foram embora, achamos que tinha acabado ali... (o grupo voltou) Não sei se eu tomei um soco, o que foi, veio de trás, pegou no queixo, eu acho que eu apaguei. Quando eu levantei achei que tinha tomado uma mordida. Eu senti, a minha orelha já estava no chão, um pedaço.”

Segundo informa reportagem do G1, o caso aconteceu na madrugada de sexta-feira (15) e um suspeito da agressão chegou a ser detido ontem, mas a Justiça não aceitou o pedido de prisão feito pela Polícia Civil e o homem foi liberado. Outro suspeito já foi identificado. A vítima que teve sua orelha decepada fará uma cirurgia de reconstrução, que ainda não tem previsão para ser realizada.


A imagem acima foi feita por Juliana Cardilli, para matéria do G1, na qual encontra-se a vítima.