quinta-feira, 28 de julho de 2011

ColunaZs – a morte de Amy Winehouse

Loading


Essa semana a coluna será um pouco diferente. Eu não conseguiria fazer a coluna de costume.

Sabe quando você admira muito uma pessoa, a ponto de acompanhar cada passo, dessa pessoa estar tão presente na sua vida que acaba meio que se tornando tipo que da família?

Sou assim com a Madonna, sou assim com a Cher, e sou assim com a Amy Winehouse! (Primeira vez que menciono o nome dela desde o fatídico 23 de Julho...).

E todos sabem a dor de se perder um ente querido, saber que essa pessoa não está mais presente, que você não vai mais ver essa pessoa. Essa foi a dor que senti ao saber da morte dessa artista excepcional!

Muita gente diz que é bobagem sofrer pela morte de uma pessoa que nem te conhecia, nem sequer sabia da sua existência, mas sim, mexe comigo quando pessoas célebres que eu admiro falecem, e sim, eu presto todo tipo de tributo e homenagens a essas pessoas, que tocaram a minha vida sem ao menos fazerem parte dela literalmente.

As canções de Amy faziam com que a minha cabeça fosse longe, viajasse, tocavam realmente alguma coisa dentro de mim, e fez com que eu enxergasse muitos aspectos da minha vida de maneira diferente.

E dizer que já sabia, que era esperado, que ela procurou, é tudo um monte de bobagem, a gente nunca espera, nunca quer que algo desse tipo aconteça com alguém tão jovem, tão talentosa, tão única!

Se ela procurou, se ela fudeu sua vida, nada disso me interessa! O que me interessa é que não teremos mais álbuns, não teremos mais vídeos, não teremos mais shows, não teremos mais a voz, não teremos mais a artista!
E ao entrar para o já tão falado “27 Club” tenho certeza que tá rolando um som maravilhoso agora que Amy se juntou a Jimi, Janis, Jim, e Kurt onde quer que eles estejam!

Quero terminar esse post de uma maneira alegre, celebrando a vida, vida que Amy perdeu no último dia 23, mas com certeza sua música fará com que ela viva eternamente, essa voz jamais vai se calar, pelo menos não pra mim!





Beijos
* Éd Ollíver é ator, maníaco por seriados, Madonna e Cher (e Amy Winehouse)!