quarta-feira, 15 de junho de 2011

Viu a entrevista da especialista em direito homoafetivo no Jô Soares? Deputado Jean Wyllys criticou o apresentador.

Loading





Bee! Na madrugada de segunda para terça-feira, Jô Soares entrevisou a advogada especialista em direito homoafetivo Maria Berenice Dias. Acima, você pode ver a entrevista na íntegra.

Como é possível observar, um dos destaques é um aparente mal estar de Jô Soares sobre a criação de uma lei para criminalizar a homofobia, o que, lamentavelmente ele relaciona ao comprometimento da liberdade de expressão das pessoas discordarem da homossexualidade. Para isso, no final da entrevista, chega a lembrar a fala de um senhor que ele ouviu falar que iria se mudar para a França antes que a Inglaterra criasse uma lei para obrigar as pessoas a serem homossexuais, já que haviam criado uma para proibir a discriminação contra eles. Ou seja, infelizmente, parece não estar claro para um dosprincipais comunidadores do país a necessidade de uma lei para punir a discriminação contra os hmossexuais. No entanto, a advogada, de uma maneira muito tranqüila, de quem tem propriedade sobre o assunto, esclarece a Jô, e possivelmente ao que pensam como ele, sobre a necessidade da lei.

Quem também não gostou muito da entrevista, principalmente a conduta do Jô, foi o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). Em seu twitter ele escreveu:


"Jô Soares acabou prestando um desserviço com suas intervenções equivocadas nas boas falas de Maria Berenice. Mostrou-se um conservador!"

“sobre a homofobia foi tão equivocado e eivado de preconceito que não me pareceu ter vindo de um ilustrado"

"humor que recorre à escatologia e à ofensa e humilhação de minorias é recurso dos sem-talento. Humor de gente de talento não precisa disso".

Concorda? Discorda? Aperta o play e se joga!