terça-feira, 3 de maio de 2011

ColunaZs – “Ponto.B”

Loading



Ponto.B
Por Becha Má*


TODOS GEME! Preciso falar qual é o assunto de hoje?

Tô numa vibe S&M, toda trabalha na força sadomasô da RiRi e louca com os gemidos de BritBitch. Não meus querido, não vamos falar de música, vamos falar de sexo!

Na nanana come on!

Sexo é um tabu para muitos até hoje. E sendo gay você ganha alguns tabus de brinde. Então vamos nos abrir, colocar a língua pra fora e discutir tudo isso, ou parte! Hoje o assunto é múltiplo, mas serão tratadas apenas as preliminares.

Primeiro a primeira vez, logicamente. Para muitos, a primeira vez, deve ser romântica, com a pessoa certa, ou de forma inusitada, outros não ligam... Que cada um tem seu tempo já cansamos de ouvir, mas cada um também tem seu jeito, que a primeira vez de uma forma ou nem liga pra ela. O importante é esquecer a pressão, ao menos tentar, e se divertir, sempre claro, se preservando e evitando se meter em qualquer buraco e vice-versa.

E falando em primeira vez, falemos de “ativos e passivos”, foi um dos assuntos levantados por um seguidor, o @lowzim4r. Dentro do “mundo gay” acredito que esse seja um dos maiores tabus existentes. Primeiro é o preconceito com os chamados passivos. Alguém me explica isso? Nunca entendi o problema de a pessoa querer ser penetrada, e da resistência de alguns gays em ser penetrados pelo menos uma vez que seja. É nessa questão que eu lhes deixo um vídeo (em inglês, sorry ) falando que todo gay deve ser passivo ao menos uma vez na vida. Sem pressão aqui, apenas fiquem abertos para a ideia, depois vocês podem se abrir mais. Eu acho que se nós temos uma gama de possibilidades para ter prazer, nós deveríamos aproveita-las completamente. É claro que eu respeito quem queira ser apenas passivo ou ativo, mas dê um voto de confiança para a tia e tente ser um pouco mais flexível. Outro ponto na questão de ativos e passivos é o estereótipo, que vai um pouco além da questão do sexo, foi tratado pelo meu colega de muZa, o Ruleandson, em seu blog, leiam É ativo ou passivo?. Ser mais feminino não quer dizer que você passivo, e ser viril não significa ser ativo, isso é um pensamento preconceituoso que tenta colocar as relações homo em um padrão hetero, mulher e homem da relação.

Ok, acho que pra estreia do .B já está bom né. Só o aquecimento, as preliminares, pra deixar todo mundo animadinho.

Voltarei com o ponto mais quente do muZa para discutir os prazeres e dúvidas dessa vida. Sempre armada com KY, camisinhas, dildos, plugs e muitos conselhos pra dar.

Quanto mais você abrir a mente para discutir sexo, mais prazer você terá na cama... e em outros locais. Lembrem-se, sexo é vida!

I like it-like it!

*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!