sexta-feira, 29 de abril de 2011

Você viu o vídeo de um pedido de namoro gay em uma escola de BH?

Loading



People! Essa semana, um vídeo, que infelizmente não está mais disponível na web – acima você pode ver um frame dele, ganhou destaque. Trata-se de um pedido de namoro gay. E o que isso tem demais?

O pedido foi feito com a ajuda daqueles discretos (NOT) carros de som em frente a uma escola estadual de Belo Horizonte. No vídeo, um adolescente pede outro adolescente que estuda nessa escola em namoro. Sim! Estou falando de um jovem casal gay manifestando seu afeto em público.

A declaração foi acompanhada, obviamente, por outros estudantes com a mesma empolgação e curiosidade do que seria um pedido feito, da mesma forma, por um casal hétero. Com direito a gritos coletivos de “beija, beija” e aplausos no final. Para a felicidade dos presentes o beijo aconteceu, com direito a buquê de flores do pretendente que felizmente recebeu o “eu aceito”.

Até o dia 27 de abril o vídeo tinha alcançado cerca de 220 mil visualizações, segundo reportagem do jornal O Tempo. Nesta mesma matéria, o vice-diretor da escola, Pedro Xavier, declarou: “Não tivemos problema nenhum com relação ao fato. O aluno também não teve nenhum tipo de desentendimento ou sofreu qualquer desrespeito por parte dos colegas... Nossa posição é de tolerância em relação à orientação sexual, crença religiosa ou etnia. A gente entende que é fundamental que todos possam coexistir pacificamente porque existe espaço para todo mundo”.

Mas quem parece que não gostou da exposição foi a própria família do garoto que disse sim. Na reportagem do jornal O Tempo, uma mulher que se identificou como irmã do menor disse que iria se mudar do bairro com a família por causa da repercussão do vídeo. Ela afirmou também que iria à polícia para prestar queixas contra os autores do vídeo. Talvez seja por isso, que não é possível achá-lo mais na internet, mas com vídeo ou sem vídeo, o Muza não deixaria de compartilhar esta informação e inspiração com vocês! ;)

ColunaZs – “Politicamente correto?”

Loading




Politicamente correto?
Por Daniel Mazzaro*




Outro dia reli o artigo que Adriano Silva escreveu para a revista Época em 2008** e fiquei ainda mais pasmo com a inocência dele de achar que pertencer a uma minoria discriminada criasse no sujeito anticorpos que o impedissem de discriminar. Que nada! Seria muito politicamente correto agir dessa forma. Não somos todos capazes disso!

Ser politicamente correto é levar conta que há um processo aberto, em construção, tenso e incerto, que nos leva a constantes (re)negociações de sentidos e valores. É algo como hoje ver que é extremamente necessário fazer sexo com camisinha e até mesmo grupos religiosos, outrora contrários, aceitarem esse recurso. No entanto, é nesse processo que, inúmeras vezes, se veem contradições.

Já comentamos um pouco sobre os estereótipos dos gays/homossexuais na nossa sociedade, que varia desde o afeminado que nega seu órgão genital, passando pelo “demente” que frequenta determinados ambientes para exteriorizar sua “doença”, ou pelo promíscuo que não lhe importa com quem esteja desde que ofereça um sexo memorável (e um nome na lista de contatos), até o extremamente discreto e frustrado, ou o recalcado, ou o sensível e inteligente. Fugir de alguns desses estereótipos também pode ser uma arma interessante na busca de um parceiro. Para mim, um exemplo clássico seria esse:

“Tenho 20 anos, sou moreno, tenho um corpo normal e quero um uma pessoa bem resolvida de 18 a 27 anos. Não precisa ser sarado, mas precisa gostar de se cuidar. Não quero pessoas que têm medo de mostrar o que são, pois pretendo levar um relacionamento sem neuras e medos! Só quero isso e mais nada! To cansado de somente sexo, de estar com qualquer um. Se quiser, pode me ligar pra gente conversar antes de se conhecer.”

Esse discurso é bem diferente de outros que vimos. Evita, por exemplo, enfatizar uma preocupação com o físico, mas não dispensa aqueles que não se cuidam, isto é, provavelmente a pessoa não curte os muito magros e muito gordos. Suas exigências entram no âmbito mais da personalidade, pois o participante não quer “pessoas que têm medo de mostrar o que são”, já que sua finalidade é “levar um relacionamento sem neuras e medos”. Finalmente, afirma que está cansado de encontrar pessoas apenas para sexo e propõe formas de entrar em contato com ele. Sua própria imagem é construída com base em valores cultuados pelo “padrão da moral e dos bons costumes”, como ter um relacionamento sério e não ser promíscuo.

Mas nem tudo é tão simples assim. Esse discurso politicamente correto acaba sendo contraditório, começando pelo nick name escolhido pelo participante: Sonhodeputa. O estereótipo da prostituta desliza e se choca com o que se constrói nesse discurso, assim como as fotos que o participante escolhe para ilustrar seu perfil: das 10, 8 mostram seu pênis, em uma ele está apenas de short deitado no sofá e a outra de cueca mostrando o volume que seu órgão genital deixa na roupa. A partir das fotos, outra imagem é construída e esta se opõe àquela apresentada no texto.

Na tentativa de desconstruir ou criar um efeito de que está desconstruindo estereótipos gays, o participante acaba por se contradizer com o que mostra. É como fazer campanha de camisinha e se contaminar com a AIDS por transmissão sexual por não querer usar preservativo. É como ser discriminador embora pertença a um grupo discriminado.

É que entre dizer ou sentir ou pertencer e atuar existe um grande fosso que não é visto pela pessoa com a mesma profundidade que para os outros.




*Texto de Daniel Mazzaro Vilar de Almeida, Professor e pesquisador de Espanhol e Português. Sua monografia pode ser lida clicando aqui!


**Os gays que envergonham os gays, disponível em http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EMI5891-15230,00.html Acesso: 01/03/11.

Fotos e bafos (?) do casamento de William e Kate

Loading




Bee! Hoje aconteceu o “casamento mais badalado do século”: príncipe William e a plebéia Caterine Middleton. Nada além do esperado aconteceu, como você pode ver acima. Mas claaaaro que há alguns destaques, ou bafos.

- O vestido escolho é um Alexandre McQueen.

- Os casais que estiveram presentes (e foram bafos de agluma forma): Elton John e David Furnish, David Beckham e Victoria Beckham, Guy Ricthie e... sua atual namorada. Será que Madonna foi convidada?

- O vestido de Victoria foi desenhado por ela mesma e David usou um terno Ralph Lauren.

Abaixo, você pode ver algumas fotos do casório. A última imagem traz as princesas Eugenie e Beatrice. A mãe delas, a duquesa Sarah Ferguson, não foi convidada. Gostaram do chapéu ala Lady Gaga das irmãs?

Curiosidade: Kate passará a ser conhecida como Sua Alteza Real, a duquesa de Cambridge, e não princesa como muitos imaginavam. Kate não nasceu dentro da realeza, e portanto não tem direito ao título de princesa. Ela ganhou o título de duquesa de Cambridge após o marido, o príncipe William, ter recebido o título de duque de Cambridge na manhã desta sexta-feira de sua avó, a rainha Elizabeth 2ª, poucas horas antes do casamento. O título de duque é o mais alto da hierarquia da nobreza britânica, somente abaixo de reis e príncipes.William também recebeu outros dois títulos menores, o de conde de Strathearn e de barão de Carrickfergus. Mas é bem provável que o povo chame Kate de princesa Kate ou princesa Chaterine. O pai de William, o príncipe Charles, primeiro na linha de sucessão ao trono britânico, foi nomeado pela mãe príncipe de Gales no dia de seu casamento com Diana, que se tornou a princesa de Gales, em 1981 (via G1). Fonte: Tres Tres Chick

Balada weekend! Balada GLS para sexta, sábado e domingo!

Loading






quarta-feira, 27 de abril de 2011

ExcluZivo – Beijaço Gay contra homofobia é realizado na UFMG

Loading



People! Em razão ao recente - e lamentável - episódio de homofobia em Belo Horizonte que teve a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) como cenário, na tarde dessa quarta-feira, 27 de abril, foi realizado um Beijaço Gay na própria UFMG. A manifestação contra o preconceito LGBT na Universidade aconteceu em um gramado em frente à reitoria no campus Pampulha e reuniu cerca de 200 pessoas, dentre elas gays, héteros, jovens, universitários de várias instituições de ensino, não universitários, casais e solteiros.

O evento foi idealizado e organizado pela psicóloga Isadora lima e por Pedro Queiroz, integrante do Grupo Universitário em Defesa da Diversidade Sexual (GUDDS). Assim como vários eventos realizados atualmente, contou com o apoio das redes sociais para sua realização, no caso, o Facebook.

Em entrevista excluZiva ao Muza, Pedro Queiroz explicou que dentre os objetivos e expectativas do evento estão a discussão da visibilidade da comunidade LGBT, servir como um impulso em ações anti-homofobia dentro da UFMG e estimular novas questões para serem pensadas: “Depois dos ataques homofóbicos e violentos na calourada de Letras, achamos que era necessário expor essa questão. Queríamos sair da zona de conforto do ´está tudo bem ser gay, enquanto não vejo nada´ e mostrar que nós também temos praticas e vivências que se dão nos espaços públicos, e definitivamente, não vamos abrir mão desse direito diante de uma aceitação ´meia-boca´”, ressaltou.


Para Daniel Arruda, coordenador Projeto Educação sem Homofobia e integrante do Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT da UFMG, que estava presente na manifestação, disse também com excluZividade ao Muza que a expectativa é de que atos como esse contribuam para a conscientização da sociedade como um todo mas, de forma especial, dos próprios homossexuais: “Foi um ato político muito importante, que contou com participação expressiva dos estudantes da UFMG, mas também de professores e funcionários... esses atos mostram que não se pode mais permitir que pessoas sejam discriminadas por sua orientação sexual e, desse modo, deve ecoar e interferir nos debates legislativos em curso no Brasil, como em favor da aprovação da lei que criminaliza a homofobia”, ressaltou Daniel, observando que, a mera existência pública, ainda é algo que se apresenta como um desafio a muitos homossexuais no Brasil.

EM TEMPO: Sobre o recente caso de homofobia que aconteceu na UFMG, no momento, procede com as apurações que devem ser concluídas num prazo de 30 dias, a contar da abertura da sindicância no dia 15 abril. O prazo pode ser prorrogado por mais 30 dias.

Crédito imagens acima: TV UFMG, que já divulgou em seu sitereportagem sobre o Beijaço Gay. Clique aqui para ver.

terça-feira, 26 de abril de 2011

ExcluZivo – Saiba como foi a Festa da Lili, que aconteceu em BH em sua primeira edição fora da capital federal

Loading




People! Há exatos 10 dias, no dia 16 de abril, o Mix Garden abriu suas portas para “Festa da Lili”, evento tradicional da noite GLS brasiliense, que, pela primeira vez, desde o seu início, ultrapassou as fronteiras do Distrito Federal para uma edição na capital mineira, em parceria com o Andaluz Club Café.

A equipe do Muza conseguiu uma entrevista exclusiva com Liliane Santana (foto acima), organizadora do evento, que falou sobre o surgimento da festa. “Tudo começou como a comemoração de aniversário meu e se tornou uma das melhores baladas de Brasília. Foi incrível ver como uma reunião comum, com amigos, algumas caixas de cerveja e entrada de 10 reais para cobrir os custos, tornou-se um evento desse tamanho. O pessoal gostou muito da organização e a festa passou a ser realizada todo ano”, conta

A promoter relata que a primeira edição da festa em Belo Horizonte foi possível graças à parceria com Denise Martins, proprietária da casa noturna Andaluz. “A proposta é a de trocar experiências e promover festas de qualidade em boas em ambas as cidades. A 'Festa da Lil' reúne em Brasília de 4000 a 5000 pessoas. Hoje, esperamos cerca de 3000 convidados. O Mix Garden é um excelente espaço e, por isso, esperamos uma grande festa hoje. Desejo fazer novas edições aqui na cidade e espero que os mineiros compareçam à ‘White Emotion’, que acontece dia 11 de junho em Brasília”, confessa.

Liliane também falou sobre os cuidados com a organização da festa. "Minha maior intenção é a de que o público saia realizado daqui. Eu checo tudo pessoalmente: desde a pista de dança, pra saber se o pessoal está curtindo, até ao bar, para ter certeza de que não existam filas. Não quero ninguém preocupado em um lugar que é pra diversão", justifica.

Não foi raro encontrar, durante o evento, heterossexuais na pista com os amigos, curtindo o som na mesma “vibe” de transformistas, gays, lésbicas. Lili destaca o nível de civilidade das baladas GLS que produz e a convivência amigável entre todos. "O que mais gosto é a ausência de brigas. Desde que comecei, nunca aconteceu nenhuma durante as minhas festas", relata.

Música é um dos destaques


Segundo Liliane, a festa já tem, atualmente, as proporções de um mega evento, com produção grandiosa e a presença de DJs internacionais “super badalados". “Na edição em BH, trouxemos Isaac Escalante, do México, Gra Ferreira, de São Paulo, Vilson Santos, de Brasília e Allan Natal, que reside aqui na cidade”, enumera.

O resultado da seleção dos profissionais que comandou as pick ups não poderia ser diferente: a pista "ferveu” durante toda a noite e ninguém ficou parado. A qualidade musical chamou a atenção até mesmo de quem costuma frequentar festas semelhantes. É o caso do administrador Christian Sanchez, 27 anos, que só teceu elogios. “A gente vem pra uma festa assim e acha que vai ser o mesmo som batido. Os DJs inovaram sem decepcionar. Estou ouvindo o que gosto sem perder o foco da musica eletrônica. Já tinha vindo na White Emotion e meus amigos, que vieram da última vez comigo, falaram sobre a ‘Festa da Lili’. Estou muito empolgado", relata.

A decoração não deixou nada a desejar às melhores casas noturnas paulistanas. O lugar foi dividido em diversos ambientes, uns à meia luz, outros iluminados por grandes displays de led. O ambiente tinha conforto e agradava aos olhos. Colunas suspensas iluminadas contrastavam com cortinas vermelhas, proporcionando uma descontração que agradou o público presente. "Há dez anos frequento as baladas gay e adoro. Aprendi a ser exigente por conta delas", relata Cristiane Figueiredo, 29, autônoma. "A festa está impecável ao meu padrão de exigência, isso sem falar do público gay, que por ser muito mais desencanado que o hetero, traz uma presença positiva em qualquer ambiente", opina.

Matéria: Filipe Esdras e Vinicius Rocha
Fotos:
Vinicius Rocha



Aguarde mais fotos! Incluindo, fotos do pessoal que curtiu a Festa!


ColunaZs – “Titia quer ser papai”

Loading



Titia quer ser papai!
por Becha Má*



Isso mesmo meus little fagslindos, quero ser pai, não agora, ainda tenho muito que “aproveitar”... se é que vocês me entendem. Mas, assim com a maioria de meus viadinhos, eu quero ser pai um dia. E lógico que um casal tendo um filho ainda causa polêmica, somos mais polêmicos quando fazemos as coisas mais comuns, vai entender...

Algumas das frases que já ouvi quando disse que queria ter Bechinhas correndo pela casa:

“A criança criada por um casal homossexual fica confusa, isso está errado.” Ahhh... Vai chupar a Hebe, vai! Fui criada por um casal heterossexual, issotambém não deveria estar errado? A lógica deveria se aplicar nos dois casos. E para completar muitos gays são criados por casais homofóbicos, isso sim está errado. Um casal gay faz questão de ensinar aos filhos, o que muitos casais “convencionais” esquecem, que existe diversidade e que esta deve ser respeitada. Mas é claro que a educação dada aos filhos depende de quem são os pais e não da sexualidade deles.

“Toda criança precisa de uma mãe” Essa é dita para os casais de homens... E quanto as crianças cujas as mães morreram no parto, ou muito cedo, e tem pais que não se casam novamente? Elas também crescem “sem mãe”, mas será que que crescem sem amor? Não acredito que seja assim. Claro que a ligação mãe e filho é inexplicável, mas muitas crianças crescem apenas com um pai, ou com uma mãe que não lhe dá carinho. E ter dois pais nem sempre tira a mãe da equação, muitas vezes a criança possui dois pais e uma mãe, ou duas mães e um pai. Este é outro tabu que pode ser derrubado, o importante é a criança ter quem lhe dê amor e educação.

“Deus reprova esse tipo de abominação” Argh, quando você tiver capacidade de pensar sozinho a gente volta a conversar. PRÓXIMO!

Tabus sempre existirão, mas cabe a nós eliminar um por por um com nossas armas coloridas e carregadas de amor. Então preparem-se soldados, pois existem muitos e batalha será pesada.

Existe muito mais do que a sexualidade de um casal quando se educa um filho. Na verdade a sexualidade é o que menos importa nesta equação indefinida, que tem como elementos esseciais: amor, respeito, carinho, valores e limites.

Eduque bem uma criança, coloque um cidadão melhor no mundo.

P.s.: Vocês conseguem imaginar minhas crianças? Só uma dica, eu sou a personal stylish do Kingston Rossdale, filho da Gwen Stefani. Ele é meu treinamento, meus filhos serão um A-H-A-Z-O!

*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!

Sábado tem a festa “S&M La Trois”! O Muza sorteia cortesias!

Loading





Bee! No próximo sábado, 30 de abril, acontece A terceira edição da festa sadomasoquista-pop de Belo Horizonte: “S&M La Trois”, que será realiza na Up E.Music (av. Getúlio Vargas, 1423, Savassi) a partir das 23h. Desta vez, haverá várias atrações. Olha só as informações oficiais:

“Em abril, teremos performance sadomasoquistas de um grupo de atores, com pessoas fantasiadas e sedentas por prazer, e um lineup de dar vontade de levar tapinhas durante a noite toda.

Além da já famosa e imperdível tequila de graça, a nossa tequileira delícia Analice e seu fiel ajudante e mascote Leco, com a colacoração da femme fatale Amanda, vão fazer um tour pela Savassi no dia da festa para “convocar” aqueles que quiserem levar um, dois ou três tapinhas ao som de música de qualidade, bons drinks e dose dupla de vodka até 1h.

A S&M La Trois não terá lista. Até à 0h todos pagam R$ 12 de entrada, depois fica R$ 15. A festa começa 23h.

No lineup, temos cinco dispustas que prometem colocar fogo na cabine: o famoso Ed, da sensacional @bsurda, contra o rei do pop Roque Horror; os queridos da Caramelo Sundae Sebah vs Shum se juntam ao lindão Igorsh; o S&M Cherem vs seu amigo até a disputa Ervilha; e, para finalizar, o também S&M Sandim finaliza as disputas da noite contra a gata Nina Godinho, da Catchmeparty e forma mais um trio ménage com o blogueiro Gabriel Cadete, do Oi Tudo em Cima. Cada um com seu o estilo musical diferente e com uma única semelhança, colococar a pista transpirando sensualidade.

Os 20 primeiros que chegarem ganham buttons exclusivos da festa.
Haverá também sorteio de brindes de sexshop.
Dresscode: Roupa de colegial”

Quer ganhar cortesia para a festa?

O Muza sorteia duas cortesias para esta zuper-balada! Como você pode garantir a sua? Simples! Siga o twitter do site (@muzasite) e Retwitte a mensagem: “I like it, like it! Eu quero ir na @partysm! http://bit.ly/hDFNBP Siga o @muzasite, dê RT nesta msg e concorra!”. O resultado será divulgado neste mesmo post, no bate-papo VoZes e no twitter na próxima sexta-feira, 29 de abril! Participe!


Resultado Promoção! Os ganhadores da promoção para a Festa "“S&M La Trois” são: @silviojr @thestripe01 Nome completo + número identidade para contato@muza.com.br Parabéns!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Filme “A Garota da Capa Vermelha” está nos cinemas de BH! O Muza sorteia cortesias!

Loading




People! Está em cartaz nos cinemas de BH o aguardado filme “A Garota da Capa Vermelha”, com direção de Catherine Hardwicke (“Crepúsculo”) e traz Amanda Seyfried no elenco, que seria uma versão moderna para Chapeuzinho Vermelho.. isso mesmo! Mas como pode ver pela sinopse abaixo, é muito mais do que isso:

Em A Garota da Capa Vermelha, Amanda Seyfried interpreta Valerie, uma bela garota ligada a dois homens. Ela é apaixonada pelo melancólico forasteiro Peter (Shiloh Fernandez), porém seus pais a prometeram em casamento ao abastado Henry (Max Irons). Inconformados com a situação, Valerie e Peter planejam fugir, até que tomam conhecimento de que a irmã mais velha de Valerie foi morta pelo lobisomem que vaga pela escura floresta que rodeia o vilarejo onde moram.



Durante muitos anos, seus habitantes mantiveram uma difícil trégua com a fera, oferecendo-lhe mensalmente um animal em sacrifício. Mas sob uma lua cor de sangue, o lobisomem desrespeita o acordo, tirando uma vida humana. Sedenta de vingança, a população recorre a um famoso caçador de lobisomens, o padre Solomon (Gary Oldman), com a intenção de matar o monstro. Porém, a chegada de Solomon provoca consequências inesperadas, pois ele revela que o lobisomem assume forma humana durante o dia, podendo ser qualquer um deles.



O número de mortes cresce a cada lua, e Valerie começa a desconfiar que o lobisomem pode ser alguém que ela ama. O pânico toma conta de todos e ela descobre que tem uma ligação particular com o monstro — algo que os une inevitavelmente e a transforma ao mesmo tempo em suspeita... e isca.



Quer ganhar cortesia para ver o filme?



O Muza sorteia 5 pares de cortesias para ver o filme. 3 serão sorteados pelo twitter e os outros 2 por e-mail.




Pelo twitter: dê RT na mensagem: “Eu quero ver o filme “A Garota da Capa Vermelha”! http://bit.ly/fv6bFC Siga o @muzasite, dê RT nessa msg e concorra a par de cortesias”!



Por e-mail: envie e-mail para contato@muza.com.br com nome completo + número de identidade. O título deve ser “A Garota da Capa Vermelha”. Simples assim!O resultado será divulgado na próxima quinta-feiras,28 de abril.

Resultado Promoção! Os ganhadores da do filme “A Garota da Capa Vermelha” são: Twitter (@Foxx @binhadiniz @luanicaro) E-mail (Leon C. Rocha e Sérgio H. P. Almeida) Nome + endereço completo para contato@muza.com.br


Abaixo, você pode ver o trailer do filme.








Veja campanhas contra bullying homofóbico nas escolas

Loading


Bee! Acima você pode ver cartazes de uma campanha contra bullying homofóbico nas escolas de Portugal. A iniciativa é da Ex Aequo, uma associação de jovens gays, lésbicas, bissexuais, transgêneros e simpatizantes, com idade entre 16 e 30 anos em Portugal. Reparem, que são duas campanhas: uma masculina, na qual podemos ler “Ele é gay e estamos bem com isso” e uma femina, com os dizeres “Ela é lésbica e estamos bem com isso”.

EM TEMPO: Abaixo, você pode ver o vídeo de uma bela campanha com a mesma temática que já foi destaque no “Vídeos da Vez”!
A iniciativa é da Belong To, uma organização irlandesa de jovens gays, lésbicas, bissexuais e transexuais entre 14 e 23 ano. Lin-da! Ahazo!



Rede Globo não exibe beijo gay em “Os Simpsons”

Loading


Bee! Acima você pode ver a imagem não exibida, pela Rede Globo, do desenho Os Simpsons. No episódio exibido na manhã do dia 15 de abril não foi ao ar o beijo entre Homer e Moe, dono do bar do desenho. Desta forma, não deu para saber como o beijo acontece.

Em explicação para o corte da cena a emissora explicou que não foi ao ar por causa da classificação indicativa do horário, que é livre para todos os públicos. Também foram cortadas cenas do mesmo episódio, que mostravam alcoolismo e trote telefônico.

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Christina Aguilera é a primeira homenageada em “Calçada da Fama Gay”

Loading


Bee! Na noite de ontem Christina Aguilera recebeu uma bela homenagem... gay. Isso mesmo! Ela foi a primeira celebridade a inaugurar a Calçada da Fama Gay (“Gay Walk Of Fame”) criada pela boate/bar Abbey, na Califórnia. Xtina foi a primeira a reigstrar as palmas de sua mão no local! Ui!

Segundo a organização, a homenagem foi concedida à Aguilera por ela ter tido impacto significativo na comunidade GLS. Abaixo, você pode ver o vídeo de agradecimento de Christina, onde ela também registra a sola de seus sapatos. Bem gay isso hã? ;)

No discurso Xtina disse que está pronta para recomeçar a vida e “brindou” a todos com um “a um novo começo”. Ela também explicou que adotou o visual Baby Jane por saber que a festa tinha como tema os anos 10: “Me sinto em Back To Basics de novo!”.

Em Tempo: A entidade beneficente Stonewall, que luta pela igualdade de direitos dos gays nos Estados Undios, elegeu a música “Beautiful”, de Christina Aguilera, como a canção que mais apoia jovens homossexuais. O hit de Xtina, do disco Stripped de 2002, ficou na frente de sucessos atuais como “Firework” da Katy Perry” e “Born This Way” da Lady Gaga, que ficaram com o 5º e 3º lugar respectivamente. Em 2º aparece “Better” do Boyone e em 4º “Standing in the Way of Control” do The Gossip. Sobre a eleilão de “Beautiful”, Christina declarou: “Estou encantada por ter sido votada pela Stonewall. Meus fãs gays são muito importantes para mim e isso só favorece minha relação especial com eles.”



Atriz Evan Rachel Wood revela que é bissexual

Loading



Bee! A atriz Evan Rachel Wood é destaque na nova revista Esquare, principalmente, por revelar que é bissexual: “Eu topo qualquer coisa... Sou o homem da relação”, revelou a atriz sobre seu lado masculino quando está com uma mulher e completou: “Cresci apaixonada por David Bowie. Caras, garotas, curto androginia em geral”

Atualmente, Rachel é destaque na badalada série True Blood, onde interpreta uma a Rainha Vampira Louisiana Sophie. Ela já namorou o cantor Marilyn Manson, mas foi com o filme “Aos Treze”, de 2003, que ela começou a se tornar conhecida. No filme “O Lutador”, de 2009, ela interpretou uma lésbica.

Balada weekend! Balada GLS para sexta, sábado e domingo!

Loading





quarta-feira, 20 de abril de 2011

Filme “Aquarela, as cores de uma paixão” está em cartaz em BH! O Muza sorteia pares de cortesias!

Loading




People! Está em cartaz em BH mais um filme com temática gay: “Aquarela, as cores de uma paixão”. O filme está sendo exibido no Usiminas Cineclube Savassi ( Levindo Lopes, 358 - Savassi ) somente na horário das 21h30.

Com direção de David Oliveras, o filme traz a história do tímido Daniel Wheeler (Tye Olson) é amigo de Carter Melman (Kyle Clare), campeão de natação e garoto de ouro da escola. Danny ajuda o irrequieto Carter nos estudos, enquanto este auxilia Danny a sair de sua concha, despertando nele tanto a paixão pela arte quanto a própria sexualidade.



Quer ganhar cortesia para ver o filme?



O Muza sorteia 2 pares de cortesias para ver o filme. 1 será sorteado pelo twitter e outro por e-mail.



Pelo twitter: dê RT na mensagem: “Eu quero ver o filme “Aquarela, as cores de uma paixão”! http://bit.ly/hDhjGP Siga o @muzasite, dê RT nessa msg e concorra a 1 par de cortesias”!



Por e-mail: envie e-mail para contato@muza.com.br com nome completo + número de identidade. O título deve ser “Aquarela”. Simples assim!

O resultado será divulgado na próxima segunda-feira, 25 de abril.


Resultado Promoção! Os ganhadores da promoção para do filme “Aquarela...”: @rafinhacsz twitter) e Felipe. A.S. Campos (e-mail). Nome completo + número identidade para contato@muza.com.br



Abaixo, você pode ver o trailer do filme.








Resultado Promoção! Os ganhadores da promoção para do filme “Aquarela...”: @rafinhacsz twitter) e Felipe. A.S. Campos (e-mail). Nome completo + número identidade para contato@muza.com.br

Filme que terá beijo gay com Cauã Raymond já tem cartaz oficial e data de estreia

Loading



Bee! Acima você pode ver o cartaz do aguardado filme “Estamos Juntos” que traz o ator Cauã Raymond interpretando um homossexual com direto a beijo e tudo! Ui! O filme também já tem data de estreia: 10 de junho.

Com direção de Toni Venturi, o elenco traz os atores Leandra Leal e o argentino Nazareno Casero, que protagoniza junto com Cauã o beijo gay da trama.

Sobre o beijo, Cauã, que interpreta um DJ gay, declarou em entrevistas no ano passado, como o Muza já havia divulgado: “Ele é bem resolvido e eu também. Então não teve crise. Demos dois tapinhas nas costas. Perguntei: 'É isso o que a gente vai ter que fazer?' No 'ação', a gente fez, mas barba espeta e não é legal. Os argentinos têm muita barba (risos)"

Aguardemos! ;)

ColunaZs – VenenoZa #2 no "resumão pop-trash dos últimos dias"!

Loading


Porque não basta ter veneno tem quer ser venenoZa... com vocês:
VenenoZa #2 por Ed Ólliver*

Depois de um longo e tortuoso inverno, aqui estou eu novamente, pra mostrar o que essas celebridades sapequinhas andam aprontando por aí! Vem gente!


Eu sou do tipo de pessoa que ADORA fazer amizades, mas existem certos tipos de duplas que realmente não dá pra entender...Ou dá né, vai saber...


Aí que o Felipe Dylon largou o clone da Katylene e agora assumiu com a Rihanna (Oi?) brasileira! Gosto de mulher assim, CHEIA DE CORAGEM!



Ok, aí vão dizer que pego no pé da Lady GaGa, que sou anti-ético, que é por causa da Madonna e tals, mas, pó, a mulher me vira e posta isso no Twitter dizendo que é a capa do disco novo dela. Se alguém conseguir entender o contexto, significado, ou qualquer coisa a respeito de uma das piores capas de disco de todos os tempos ganha um prêmio!Valendo!



E agora um joguinho pra terminar, ganha o primeiro que adivinhar quem é a estátua e quem é a verdadeira Susan Boyle! Tempo na tela!


Beijinhos a todos e ótimo feriado, se joguem, não tenham juízo, mas se cuidem!

* Ed Óliiver é ator, maníaco por seriados, Madonna e Cher!

terça-feira, 19 de abril de 2011

ColunaZs - “Pra fora do closet!”

Loading


Pra fora do closet
por Becha Má*

A titia voltou. Fiquei fora do essa semana, e que semaninha essa hein... Gagão apaixonada por Judas, Britney dançando até o mundo acabar e cantando com a Alcione. Enquanto isso eu estava, super ocupada, rodeada pelos meus meninos.

Durante o tempo com meus garotos pude refletir sobre diversos assuntos. E no meio de uma reflexão sex filosófica me deparei com o texto do Rica Perrone. Preciso falar que comecei a afiar meus saltos na mesma hora? Pois é...

Mas não quero falar do texto, quero falar com vocês de outra coisa: Sair do armário. Sim, sair do armário. Temos, hoje, pessoas que precisam assumir responsabilidades, assumir uma postura humana, assumir que são preconceituosas, assumir que TEM que mudar. Estas pessoas estão se fechando em um mundinho e se recusando a enxergar a diversidade. O mundo dentro de Nárnia está extremamente agradável, mas é hora de sair da zona de conforto, todos nós saímos, porque eles não podem?

Se a pessoa nega e/ou esconde algo, é por saber que aquilo é rejeitado pelos outros. Eu entendo isso, muito bem na verdade. E eu sentia isso sabendo que tal rejeição era irracional, já que a homossexualidade é completamente normal. Já os homofóbicos enrustidos negam o preconceito por saberem que estão errados, se escondem dentro do armário para não terem que mudar. E isso me leva a perguntar, o quão machos são estas pessoas? Eles não possuem coragem de mudar, de se informar. Nós temos coragem de falar que somos gays, de beijar outros homens, e mulheres, sem saber quem está vendo, se alguém irá nos seguir, se alguém irá nos matar, e ainda sim lutamos por nossos direitos. Onde está à coragem para se tornar alguém mais humano, mais respeitoso, onde?

Caros homofóbicos, irresponsáveis, desumanos, limitados e mentes fechadas, eu lhes garanto, por experiência própria, que o mundo fora de Nárnia é muito melhor, é um mundo cheio de informação, um mundo que abre nossas mentes, um mundo que nos faz conviver melhor quando somos maduros o suficiente para enxergamos a diversidade como ela realmente é, como algo positivo.

Abrir a porta do guarda-roupa e deixar o uniforme do preconceito para traz pode ser a coisa mais libertadora que você fará em toda sua vida. Livre-se desse peso, livre-se desse fardo, livre-se do preconceito.

P.s.: Isso vale para os preconceituosos assumidos e orgulhosos também, vamos abrir a mente. Sejamos humanos.



*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The Bitch says: follow my ass!

Ouça a nova música da Beyoncé: “Run The World(Girls)!”

Loading




Bee! Acima você pode ouvir a aguardada nova música do retorno da Beyoncé: “Girls (Who Run The World”. Como o Muza já havia adiantado, a música tem sample da música “Pon De Floor” do Major Lazer.

Gostaram? Achei bem batidão rap/funk... esperava algo mais pop na vibe de “Single Ladies” e “Sweet Dream”, o que prefiro na verdade!

Dizem que a imagem abaixo é um pôster oficial de divulgação da música... Honey B tô curtindo não... vou esperar o disco, ok? Na sequencia você pode ver a capa oficial da música, que já foi lançada nas rádios nos Estadoa Unidos e no Itunes.