terça-feira, 27 de julho de 2010

Na “VI Semana BH Sem Homofobia” houve o lançamento do Manual de Comunicação LGBT

Loading

People! Na semana passada, na noite do dia 21 de julho, durante a “VI Semana BH Sem Homofobia”, houve o lançamento do Manual de Comunicação LGBT, que aconteceu durante o Seminário “Noticiando o arco-íris: por uma mídia cidadã e sem homofobia”. Na tarde do mesmo dia, a publicação foi apresentada aos jornalistas mineiros em coletiva de imprensa, na sede do Sindicato dos Jornalistas.

O Manual de Comunicação LGBT é um guia para reduzir as dúvidas da mídia e da sociedade sobre orientação sexual, identidades de gênero e movimento LGBT, numa linguagem simples, direta e acessível. O “Manual de Comunicação LGBT” é fruto de trabalho intenso da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), em parceria com jornalistas, pesquisadores e outras instituições.

A publicação se propõe a apoiar a integração entre a mídia e o movimento pela cidadania de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) de forma que as matérias, entrevistas, artigos e reportagens veiculadas na imprensa se pautem pelo respeito à diversidade e à justiça social. O documento traz uma série de definições de termos e conceitos, que muitas vezes são usados sem o conhecimento adequado, o que pode reforçar estigmas, preconceito e discriminação.

Segundo o Secretário de Comunicação da ABGLT, Carlos Magno, o Manual pretende dialogar com os profissionais da comunicação para que as questões LGBT, quando abordadas, sejam feitas de maneira correta, sem sensacionalismo, com respeito à dignidade humana e de acordo com a elaboração do movimento LGBT.

A diretora do Sindicato dos Jornalistas, Janaina da Mata, acredita que o manual será uma ferramenta importante para os jornalistas, na medida em que vai auxiliar a cobertura da mídia sobre o movimento LGBT, evitando distorções de conceitos ou mesmo o uso de palavras que possam causar o aumento da discriminação.

Abaixo, você confere imagem do Seminário “Noticiando o arco-íris: por uma mídia cidadã e sem homofobia”. O evento contou com a presença do professor mestre da Universidade Federal de Ouro Preto, Carlos Alberto Carvalho, que faz pesquisas na área de cobertura da imprensa sobre AIDS, homofobia e relações de gênero. Carlos Alberto é quem está com microfone na imagem abaixo.